Polí­cia

Foto: Divulgação

A equipe de policiais da 3ª DP e os agentes do Grupo de Operações Táticas Especiais - Gote, da Polícia Civil, cumpriram dois mandados de busca e apreensão, e um mandado de prisão nesta terça-feira, 12, por volta das sete horas da manhã, em Palmas.

Os mandados de busca e apreensão e prisão foram expedidos pelo Juiz da 3ª vara criminal. No cumprimento feito às residências, a polícia não encontrou armas de fogo e drogas, mas a ação foi considerada positiva, já que demonstrou que a Polícia Civil continua atuante e diligente.

O mandado de prisão preventiva aconteceu logo depois, em desfavor de Warten Deividi Silva de Oliveira, mais conhecido por “Natan”, 28 anos. Ele que já está preso acusado de tentar matar a mulher de um policial, foi reconhecido por algumas vítimas como um dos autores do crime de roubo ocorrido no dia 5 de maio, por volta das 17h, onde duas senhoras, sob a mira de arma de fogo tiveram jóias avaliadas em R$ 8 mil, um notebook e R$ 200,00 em dinheiro subtraídos do interior da residência.

Os policiais se dirigiram para a Casa de Prisão Provisória de Palmas, para darem cumprimento ao mandado de prisão preventiva, em desfavor de Natan que já se encontrava preso desde o último dia 3 de julho.

Fonte: Ascom SSP