Polí­cia

Foto: Divulgação

Em operação realizada ontem, segunda-feira, 1º de agosto, pelas Polícias Civil e Militar de Angico, foi desarticulada uma plantação de maconha no Assentamento Comunitário ACAM, naquele município, de propriedade de Jozia dos Santos Gomes, 22 anos, e Ana Cristina Lopes, de 26 anos.

Segundo Afonso José Azevedo de Lyra Filho, delegado de Angico, a polícia foi informada da plantação por meio de um morador do mesmo assentamento, que não quis se identificar. Segundo as denúncias, a plantação da droga estava causando uma imensa sensação de insegurança por parte dos moradores do local, que estavam assustados com a situação do casal.

A Polícia Técnico Científica foi chamada para realizar a perícia no local, com o intuito de averiguar se a plantação era mesmo de maconha. Após ser analisada, os arbustos de maconha foram destruídos. Conforme estabelece o Art.32 da Lei de Drogas (11.343/06), a droga foi encaminhada para a Delegacia de Polícia.

No total, foram apreendidos em poder dos indiciados: cinco pés de maconha, pesando um quilo e 300 trezentos gramas da referida droga; trinta e cinco gramas de sementes de maconha; um revólver calibre 38, marca Taurus, carregado com duas munições intactas; além de uma motocicleta, que também foi apreendida pela polícia.

Os indiciados foram autuados em flagrante pelos crimes de tráfico de drogas na modalidade “semear” (Art. 33, §1º, II da Lei 11.343/06), pelo crime de Associação para o Tráfico (Art. 35 da Lei 11.343/06), além do crime de posse de arma de fogo de uso permitido (Art.12 da Lei 10.826/06). (Ascom SSP)