Polí­tica

Foto: Divulgação

A prefeita de Porto Nacional Teresa Martins (PDT) prestigiou a abertura da segunda etapa de Conferências Regionais de Emprego e Trabalho Decente, realizada nesta terça-feira, dia 9, no auditório do CEM Prof. Florêncio Aires.

Na ocasião, a prefeita Teresa Martins destacou a geração de emprego e renda para as famílias, enfatizando o trabalho do SINE e do SENAI, na qualificação de mão de obra para que o trabalhador tenha renda e dignidade e ao mesmo tempo faça um serviço de qualidade. A prefeita observou que seu anseio como gestora é que “a comunidade portuense tenha qualificação profissional para garantir vaga no mercado de trabalho, tendo em vista que nossa cidade está em pleno desenvolvimento”. Teresa Martins enfatizou ainda a importância da Conferência e dos resultados que ela trará. “É uma oportunidade para oferecer as pessoas que buscam um trabalho e um bom salário, oportunidades para qualificação e assim melhorar o nível de vida da comunidade portuense”, afirmou.

Também estavam presentes os vereadores municipais Fernando Manduca (PDT), Neto Aires (PR), neste ato representando o Senador Vicentinho (PR) e Sarah Mourão (PT), Gilberto Cormineiro, representando o secretário Estadual de Trabalho Argemiro Costa, a sub-Secretaria do Trabalho do Estado e Presidente da comissão organizadora da conferência, Mariza Sales, o auditor do Ministério do Trabalho, Marcos Lázaro Calixto, além de autoridades de cidades circunvizinhas e representantes do INSS, SINE, SENAI, CUT, APAE, CDL, dentre outras entidades de classe.

A Conferência que acontece em oito regionais, tendo sido a primeira realizada dia 5 de agosto em Araguatins, 621 km de Palmas - objetiva debater com a sociedade formas de gerar emprego e renda resultando numa vida mais digna, através da qualificação de mão de obra.

Em seu pronunciamento o auditor do Ministério do Trabalho Marcos Lázaro Calixto afirma que “essa Conferência é o resultado de anos de luta, até conseguir se enxergar a importância da dignidade do trabalhador que está acima dos fins econômicos”, ressalta. A presidente da Comissão organizadora da Conferência e Sub Secretaria do Trabalho do Estado classificou o trabalho decente como o trabalho com remuneração adequada, o que resulta em qualidade de vida e dignidade ao trabalhador. Ela ressaltou ainda que essas conferências regionais servem para nortear a Conferência Estadual que acontecerá nos dias 20 e 21 de outubro e a Conferência Nacional em maio de 2012. “O importante é que as discussões contam com a participação da sociedade no debate que é uma também uma luta contra o desemprego, o trabalho degradante e a informalidade”, declarou.

Após os pronunciamentos, houve apresentação de APAE de Porto Nacional e leitura e aprovação do regulamento da Conferência para direcionar as atividades a serem realizadas posteriormente. A programação seguiu com painéis temáticos sobre Princípios e Direitos, com Carlos Donizetti Teixeira, do INSS; Proteção Social, com Marcos Lázaro Calixto, do SRTE (Superintendência Regional do Trabalho e Emprego); a palestra sobre Trabalho e emprego, com José Celso Carbonar, da ECOSOL (Economia Solidária) e a palestra sobre o Fortalecimento dos Atores Tripartites e do Diálogo Social como instrumento de governabilidade democrática, com Maurício Reis, da CUT (Central Única dos Trabalhadores). (Ascom/Prefeitura de Porto Nacional)