Polí­cia

Foto: Divulgação

Equipes da Polícia Civil e do Grupo de Operações Táticas Especiais - Gote cumpriram 10 Mandados de Busca e Apreensão e seis de Prisão nesta quinta-feira, 11, nas cidades de Colinas do Tocantins, Juarina, Ananás e Araguaina, municípios que ficam na região Norte do Estado.

Na operação, denominada Coca da Boa, foram presas seis pessoas. Edson Barbosa da Silva, vulgo “Coca”, José Francisco Ferreira Alencar, vulgo “Zeca”, José Israel Alencar Macedo, vulgo “Israel”, Reginaldo Luiz da Silva, Falpe Santos Albuquerque, Alberto Barros Diniz e vulgo “Cigano”. Todos os suspeitos vão ser indiciados por formação de quadrilha, furto qualificado e roubo qualificado.

No cumprimento dos Mandados de Busca e Apreensão a Polícia apreendeu: dois revólveres calibre 38, uma carabina 38, munições, um coldre de revólver, um bolsa contendo ferramentas, um maçarico, celulares e dinheiro.

Segundo um dos delegados responsáveis pelo caso, Vinícius Mendes de Oliveira, titular da 1ª DP de Colinas, alguns dos materiais apreendidos estariam sendo utilizados para arrombamentos a caixas eletrônicos e assaltos. “No início foi instaurado Inquérito Policial para apurar a prática de tráfico de drogas, supostamente praticado por Edson Barbosa. “No decorrer das investigações, descobrimos que o mesmo estaria aglutinando uma quadrilha com finalidade de arrombar caixas eletrônicos, cofres e praticar roubos. Na oportunidade, a investigação foi desmembrada e os integrantes da quadrilha foram identificados, deflagrando a operação Coca da Boa”, disse o delegado.

De acordo com o delegado chefe da Polícia Civil, Reginaldo de Menezes Brito, a Polícia Civil está empenhada no sentido de desarticular o crime organizado que está querendo se instalar no Tocantins. “A polícia está firme, forte e vamos trabalhar dia e noite para desarticular as quadrilhas que vêm se instalando aqui no Tocantins. Desta maneira daremos mais tranqüilidade à sociedade tocantinense”, afirmou o delegado geral.

Operação

Foram designados 55 policiais civis para o cumprimento dos mandados e cinco delegados de polícia, um delegado regional de Colinas, um delegado da 1ª DP de Colinas do Tocantins, um delegado da 2ª DP e dois delegados da capital. (Ascom SSP)