Saúde

Começa na próxima semana a reforma e adequação do prédio do HRPN - Hospital de Referência de Porto Nacional. O valor da obra é de R$ 1.282.532,04, conforme publicado nesta quinta-feira, 11, no DOE – Diário Oficial do Estado. Os recursos são do Governo do Estado.

Será feita uma ampla reforma nos blocos do pronto socorro e no setor de geriatria do hospital.

O hospital foi atingido, em março deste ano, por um incêndio causado por um curto-circuito na rede elétrica, que não recebe reparos há cerca de nove anos. “São quase 10 anos sem nenhuma reforma física ou adequação e cerca de nove anos sem reparos na rede elétrica. Os curtos-circuitos são constantes e as lâmpadas queimam com freqüência, precisando ser trocadas, em março aconteceu um caso mais grave, um incêndio decorrente das más condições da rede elétrica do hospital”, informa coordenador administrativo, Marcos Cortizo Vidal.

Serão trocados toda a rede elétrica, piso e forro. Serão feitas adequações para a instalação de rede de ar condicionado, benefício que os pacientes não possuem atualmente. Com a reforma, as salas de emergência e observação passarão a ter o dobro do tamanho atual, melhorando assim a qualidade de atendimento e o conforto oferecido aos pacientes, além da segurança dos profissionais em desenvolverem a rotina de trabalho.

Outro setor de suma importância que terá o espaço físico aumentado será a sala de espera. “O espaço é fator importante para o conforto do paciente que aguarda atendimento. Depois da ampliação as pessoas não precisarão aguardar em pé, nos corredores, terá espaço adequado para a espera”, garante Marcos Cortizo Vidal. O hospital recebe de 100 a 120 pacientes diariamente na emergência.

Geriatria

No setor de geriatria os pacientes também sentirão as melhoras depois da reforma. Serão oito novos leitos na enfermaria e ampliação do espaço físico da sala da UCI – Unidade de Cuidados Intermediários. “Com isso aumentaremos a capacidade de receber pacientes, mas principalmente garantimos melhor qualidade e maior conforto no atendimento dos pacientes”, diz Marcos Cortizo Vidal.

Laboratório

A reforma vai garantir a ampliação do laboratório do hospital, que passará a contar com uma sala específica análises de microbiologia. No momento, estas análises são feitas num laboratório terceirizado, fora do Hospital. “Com isso, além de diminuir o tempo de espera na entrega dos resultados, também acontecerá diminuição de custos com o serviço”, garante Cortizo.

Para equipar o laboratório, a Sesau já iniciou processo de registro de preços e licitação para aquisição de equipamentos.

Ambulância

O HRPN passa a contar, ainda, com mais uma ambulância para os atendimentos de urgência e emergência. O governo pretende garantir qualidade e agilidade nos atendimentos aos pacientes dos Hospitais de Referência do Estado.

Maternidade

Segundo a Sesau, foram adquiridas e entregues ao Hospital de Referência Materno Infantil Tia Dedé, de Porto Nacional, 19 camas hospitalares, seis longarinas e seis camas especiais para pré-parto. (Ascom/Sesau)