Estado

Foto: Wilson Rodrigues

O governador Siqueira Campos recepcionou no início da tarde desta quarta-feira, 17, em Palmas, a ministra Eliana Calmon, corregedora Nacional de Justiça. Acompanharam o governador a presidente do Tribunal de Justiça do Estado, desembargadora Jacqueline Adorno; o presidente do Tribunal Regional Eleitoral do Tocantins, desembargador Marco Antony Villas Boas; o presidente da OAB Tocantins, Ercílio Bezerra, e outras autoridades.

A agenda da ministra em Palmas prevê uma reunião informal com desembargadores e juízes de direito do Estado, no Pleno do Tribunal de Justiça. Às 19 horas, no auditório da Ordem dos Advogados, seccional do Tocanitns, Eliana Calmon profere palestra aos profissionais e estudantes tocantinenses, durante a abertura da II Conferência Estadual dos Advogados.

Em conversa informal no Aeroporto Lysias Rodrigues, em Palmas, o governador e a ministra concordaram que é preciso uma ação conjunta dos poderes da República no sentido de combater o crime e criar oportunidades para a grande massa de brasileiros que está à margem da sociedade. Eliana Calmon citou como exemplo a ação da Força Nacional nos morros do Rio de Janeiro, em que a ação da Justiça ficou comprometida pela falta de documentos mínimos ao exercício da cidadania, como as certidões de nascimento de muitos dos indiciados.

Siqueira Campos afirmou que sua grande missão como governante é empenhar todo o seu esforço no sentido de combater as desigualdades sociais no Estado e citou como exemplo a implantação de várias escolas de tempo integral e a meta de instalá-las em todos os municípios do Tocantins. “Com isso”, disse o governador, “estaremos dando base educacional às nossas crianças, alimentação três vezes ao dia e preparando nossos adolescentes para uma profissão no futuro”. (Secom)