Palmas

Foto: Fernando Alves

Durante a inauguração do Sine Palmas na noite desta quinta-feira, 18, a Prefeitura de Palmas deu mais um importante passo na capacitação de jovens para o mercado de trabalho. O prefeito Raul Filho e o ministro do Trabalho e Emprego, Carlos Lupi, assinaram o decreto de lançamento dos 51 cursos do Programa Projovem Trabalhador.

Serão beneficiados 2.500 jovens, de 18 a 29 anos, que queiram se qualificar para o primeiro empregou ou para retornar ao mercado de trabalho. Os cursos abrangem diversas áreas, dentre elas: Turismo e Hotelaria, Gastronomia, Esporte e Lazer, Saúde, Administração e Informática. Os alunos selecionados também receberão uma bolsa-auxílio no valor de R$ 100,00. Os cursos terão duração de seis meses.

O ministro Carlos Lupi explicou que esta é a segunda etapa do projeto em Palmas. Serão investidos cerca de R$ 5 milhões nesta etapa, com uma contrapartida de 10% da gestão municipal. Segundo Lupi, Palmas é a cidade que teve maior aproveitamento dos jovens capacitados na primeira etapa do projeto. “A meta de aproveitamento do projeto é de 30%, e aqui, com esse prefeito, que já é sucesso, o aproveitamento será melhor”, destacou o Ministro.

Para o prefeito Raul Filho esses 51 novos cursos irão oportunizar a qualificação dos jovens para o mercado de trabalho. Ainda segundo o prefeito, após a qualificação, os jovens têm mais chances no mercado de trabalho e de valorização. “Qualificando nossos jovens estamos dando a eles uma chance maior de ingressar em um emprego. Com trabalho digno esses jovens estarão longe da violência, do mundo das drogas, do crime. Temos que qualificar e valorizar a nossa mão-de-obra local”, enfatizou. Raul Filho, ainda, agradeceu ao ministro e a vice-prefeita pelo empenho nesse projeto.

Segundo a vice-prefeita, Edna Agnolin, a capacitação dos jovens para o mercado de trabalho é de crucial importância para a sociedade. Edna Agnolin foi a interlocutora deste projeto junto ao Ministério do Trabalho e Emprego. “Esses jovens são o futuro da nossa Capital e precisamos que eles estejam capacitados para o mercado de trabalho. É com muita alegria que estamos dando esta oportunidade para 2500 jovens, com esses 51 cursos”, disse. (Ascop)