Campo

Foto: Joatan Silva

Governo e comunidade se reuniram na tarde da última sexta-feira, 19, em Guaraí, para discutir os projetos voltados para o desenvolvimento do setor produtivo da região Centro-Norte do Estado. Esse fórum de discussão foi parte da primeira edição do projeto Agenda Tocantins, que tem como objetivo coletar e apurar as principais reivindicações da população tocantinense para a elaboração do Planejamento Plurianual - PPA 2012- 2015.

A apresentação das potencialidades do setor produtivo da região foi realizada pela Seagro - Secretaria da Agricultura, da Pecuária e do Desenvolvimento Agrário, através do diretor de Sustentabilidade no Agronegócio, Corombert Leão de Oliveira. Segundo ele, a região possui uma vocação para pecuária intensiva e semi-intensiva, lavouras de cana de açúcar e grãos (soja, feijão, milho e sorgo), florestas e turismo.

“Essa é uma das regiões mais promissoras do Estado, em razão de sua produção, mas é preciso investir em diversidade”, afirmou o diretor de Sustentabilidade da Seagro, defendendo a utilização do sistema integrado de lavoura-pecuária nas propriedades. Ao todo, 16 municípios fazem parte da região Centro-Norte, que possui 128.790 hectares de áreas plantadas e cerca 830 mil cabeças de boi.

Para os produtores rurais da região, a instalação de novas indústrias alimentícias pode assegurar a diversificação da produção agrícola da região. “Tenho uma propriedade em Pedro Afonso e me preocupo com a possibilidade da monocultura da cana de açúcar, em razão de termos uma única indústria [a Bunge Açúcar e Bicombustível] instalada”, afirmou o agricultor Pedro Afonso, durante o grupo de discussões sobre Produção.

Em síntese, os produtores da região ao discutirem o tema agricultura, cobraram investimentos em infraestrutura, sobretudo a construção e restauração das estradas, a realização do zoneamento e projetos de irrigação voltados para o desenvolvimento da fruticultura na região. “O produtor rural perde muito com a falta de infraestrutura para escoar nossa produção”, afirmou o produtor Aluisio José Frantz, de Guaraí.

No grupo de discussão voltado para produção os participantes falaram sobre agricultura, agricultura familiar, agroindústria, pecuária, saúde animal e vegetal, aquicultura e pesca, associativismo e cooperativismo, turismo, indústria, comércio, mineração e regularização fundiária.

Agenda Tocantins

A abertura do Agenda Tocantins ocorreu, na manhã desta sexta-feira, 19 de agosto, no auditório da FAG - Faculdade de Guaraí e contou com a presença do governador Siqueira Campos, do vice-governador João Oliveira, da senadora Kátia Abreu, dos secretários de Estado, dos prefeitos do 16 municípios da região, de diversas lideranças políticas, dos produtores rurais e dos demais moradores. O subsecretário das Energias Limpas, Ailton Araújo, também participou da abertura e na ocasião representou o secretário da Agricultura, Jaime Café.

Participaram das discussões do Agenda Tocantins representantes de Araguacema, Colmeia, Dois Irmãos, Fortaleza do Tabocão, Goianorte, Guaraí, Miranorte, Rio dos Bois, Tupirama, Bom Jesus do Tocantins, Centenário, Itacajá, Itapiratins, Pedro Afonso, Recursolândia e Santa Maria do Tocantins.

(Ascom Seagro)