Educação

Foto: Manoel Lima

Mais 970 alunos da rede estadual de ensino do Estado passaram a ser beneficiados com o ensino de tempo integral desde este último final de semana. Desta vez, as unidades que passam a assistir integralmente as crianças e jovens são as Escolas Estaduais Comendador Pádua Fleury e Maria da Glória, ambas de Pedro Afonso, durante a sexta-feira, 19, e o Colégio Estadual Santa Maria, do município de Santa Maria, no sábado, 20. Em todos os lançamentos houve apresentações artístico-culturais.

O lançamento das novas unidades que atuam em tempo integral foi realizado pelo secretário estadual da Educação, Danilo de Melo Souza, acompanhado de alguns superintendentes e técnicos da Secretaria Estadual da Educação (Seduc), além de ter contado com a presença do governador José Wilson Siqueira Campos na Escola Estadual Pádua Fleury, onde foi recebido pela fanfarra da Escola Estadual Cristo Rei e falou de outros benefícios que o governo do Estado leva à região. “É muito satisfatório estar aqui em meio a tantas crianças, pois eu fui, sou e sempre serei uma também, por possuir o mesmo sentimento puro e riqueza amorosa que elas têm. Ser recebido pela banda é outra alegria, e eu vou determinar que toda escola estadual tenha uma. A minha vinda não estava programada, mas eu fiz questão de acompanhar o professor Danilo, que está ajudando a transformar o Tocantins a partir da Educação de tempo integral. Além disto, estamos implantando o novo modelo do Projeto Pioneiros Mirins nesta região, entregando a cada criança assistida uma bicicleta. Já para os pais, estamos oferecendo microcréditos progressivos, para que possam alavancar a renda familiar a partir do trabalho honesto que buscam realizar”, destacou Siqueira Campos.

No total, 300 crianças e jovens são assistidos pelo Pioneiros Mirins em Pedro Afonso, 120 em Tupirama e outros 120 em Santa Maria. Em todo o Estado, cerca de 42.500 tocantinenses são beneficiados pelo projeto, que agora passa a atuar nas unidades estaduais que ainda não adotam a Educação de tempo integral.

Ensino de tempo integral: um bem para toda a comunidade

Aproveitando a ida a Pedro Afonso, o secretário Danilo de Melo ainda realizou a entrega de 25 notebooks para os educadores da Associação de Pais e Amigos dos Excepcionais (Apae) do município, falando, também, da importância do ensino integral para todos. “Todo país que prosperou teve este desenvolvimento diretamente ligado à Educação. Aqui no Estado estamos buscando o mesmo resultado, isto a partir do ensino de tempo integral, que oferece aos alunos uma educação de qualidade diferenciada e os ajuda a desenvolver não somente a intelectualidade, mas, também, as aptidões artísticas e esportivas, já que estes dois segmentos do saber fazem parte do cotidiano das unidades que atuam de forma integral. Desta maneira, toda a comunidade sai ganhando, pois os pais passam a ter tranqüilidade para trabalhar ou buscar novas atividades que aumentem as respectivas rendas, já que sabem que os filhos não estão nas ruas, correndo o risco de serem aliciadas por pessoas de má-índole, até porque, nas unidades de tempo integral, as crianças e os jovens são, de certa forma, adotados pelos professores, que vão cuidar do bem-estar social e educacional de todas elas”, ressaltou o secretário estadual da Educação, que em Santa Maria foi representado pela superintendente de ensino integral da Seduc, Cleudemar Abreu Lopes.

Próximas implantações

Só em agosto, 10 unidades estaduais de ensino passam a adotar a modalidade de tempo integral. As primeiras a receberem a nova modalidade durante este mês foram o Centro Educacional Fé e Alegria Frei Antônio, inaugurado no último dia 10, em Tocantínia, e as Escolas Estaduais Dom Pedro II e Frei José Maria Audrim, dia 18, em Porto Nacional. Agora, após as inaugurações em Pedro Afonso, Tupirama e Santa Maria, será a vez do Colégio Estadual José Seabra Lemos, em Gurupi, no dia 23; da Escola Estadual São Francisco de Assis, em Axixá, no dia 25; da Escola Estadual Augustinópolis, em Augustinópolis, também no dia 25; e para finalizar as implantações do mês, no dia 30, da Escola Mestra Eva Nunes da Silva, em Natividade. Ao todo, só em agosto mais de seis mil alunos passarão a ser beneficiados com o estudo em tempo integral no Tocantins.

Adaptação das unidades

Para oferecer o ensino de tempo integral, que tem como princípio básico a conciliação entre as atividades intelectuais, culturais e esportivas, as unidades escolares que adotaram a metodologia precisaram adaptar as estruturas físicas e curriculares que já possuíam. Além do conteúdo já previsto, agora os estudantes passam a ter, também, aulas de línguas inglesa e espanhola, informática, experiência matemática, iniciação musical, dança, xadrez, teatro e artes marciais.

Para os estudantes do Ensino Médio serão oferecidos ainda a complementação das disciplinas: Iniciação à Pesquisa; reforço à Química, Física e Biologia; e Produção Textual. A complementação tem como objetivo preparar os alunos para o acesso à universidade. Todos os estudantes das Escolas Estaduais de Tempo Integral permanecerão nas dependências do colégio durante 9 horas e meia, de segunda a sexta-feira. (Ascom Seduc)