Educação

Foto: Divulgação

Este ano, além da Provinha Brasil de português, aplicada desde 2008, os estudantes das escolas públicas, matriculados no 2º ano do Ensino Fundamental, farão pela primeira vez a Provinha de matemática, implementada pelo Ministério da Educação (MEC) através do Instituto Nacional de Estudos e Pesquisas Educacionais (Inep). A prova marcada para acontecer nesta quarta-feira, 24, nos períodos matutino e vespertino, vai avaliar mais de 10mil alunos da rede estadual de ensino no Tocantins e 3,3 milhões de estudantes em todo o País.

A primeira edição da Provinha de matemática visa analisar os conhecimentos dos estudantes na fase inicial de alfabetização com questões sobre os números e operações, geometria, grandezas e medidas, além da resolução de problemas de subtração. O teste tem 20 questões de múltipla escolha e será aplicado pelo professor em sala de aula ou por coordenador pedagógico. Na rede estadual a responsabilidade da aplicação é da Secretaria Estadual da Educação (Seduc).

Os resultados da Provinha Brasil fornece a educadores e gestores um diagnóstico referente ao processo de ensino aprendizagem em português e matemática nas turmas do 2º ano do Ensino Fundamental. De acordo com Robson Vila Nova, coordenador de Avaliação e Acompanhamento do Ensino da Seduc e interlocutor do INEP, a Provinha Brasil serve de instrumento para aperfeiçoamento do sistema de ensino. “Com essas avaliações é possível conhecer os avanços e as fragilidades de cada turma e de cada aluno em relação à aprendizagem. É uma forma de análise e reflexão que contribui para melhorias no processo ensino aprendizagem”, explica.

Para o próximo ano o MEC apresenta outra novidade, a distribuição para as escolas públicas das Provinhas de língua portuguesa e matemática, no início e no final do ano letivo. O objetivo das duas avaliações anuais é aferir os progressos alcançados pelos estudantes do início ao final do 2º ano do Ensino Fundamental. (Ascom Seduc)