Polí­cia

De 15 a20 deste mês de agosto, a Polícia Militar Ambiental participou do Curso de Investigação de Incêndios Florestais, ministrado pelo PREVFOGO (Ibama), onde na ocasião estiveram presentes um tenente e uma funcionária civil.

O curso capacita peritos a descobrirem a causa e a origem de um incêndio florestal, através de parâmetros observados na vegetação pós-fogo, como características de folhas, grau de carbonização dos caules, e grau de nados ao ambiente impactado pelo fogo.

O comandante da Polícia Militar Ambiental, tenente coronel Félix, esteve presente na abertura e ressaltou a importância do curso para a formação de peritos em incêndios criminais, visto que o Tocantins é basicamente cerrado e tem o fogo como uma característica, porém, o fogo descontrolado e criminoso ocorre com maior frequência, sendo o grande vilão das perdas da fauna e flora no Estado.

Com militares aptos a fiscalizarem as causas de incêndios ocorridos no Estado, a Polícia Militar Ambiental pode atuar de forma eficaz no controle e combate dos focos de incêndios. (Ascom PM)

Por: Redação

Tags: Incêndio Florestal, Polícia Militar