Cultura

Foto: Divulgação Flávio Dino, presidente da Embratur Flávio Dino, presidente da Embratur

Em audiência realizada no final da tarde desta segunda-feira, 22, em Brasília (DF), na sede da Embratur – órgão responsável pela promoção e apoio à comercialização dos destinos, serviços e produtos turísticos brasileiros no mercado – boas notícias foram sinalizadas para o Tocantins. O presidente do órgão, Flávio Dino, confirmou ao presidente do Palmas Convention & Visitors Bureau, Carlos Franco Amastha, um aumento nos recursos para divulgação do Jalapão, do Tocantins e do Capim Dourado. Atualmente o valor destinado pela Embratur é de R$ 206 mil. Entretanto, a verba será ampliada significativamente a medida que novos projetos elaborados pelo PC&VB, em conjunto com a Agência de Desenvolvimento e Turismo do Estado, forem apresentados e aprovados.

Na oportunidade, Flávio Dino confirmou sua presença no primeiro Encontro do Trade Turístico dos estados do Tocantins, Pará e Maranhão que será realizado em Palmas no mês de novembro. Dino visitará o Tocantins por dois dias e vai participar de um jantar e conehcer as belezas do Jalapão e do Capim Dourado.

“O presidente Flávio Dino é um parceiro no fortalecimento e desenvolvimento do turismo como uma atividade econômica e sustentável, com papel importante na geração de empregos e renda”, destacou Carlos Franco Amastha. Ele comentou ainda o conhecimento e visão do presidente. “Do estado do Maranhão, o presidente conhece bem as necessidades da nossa região. É fundamental e positivo ter à frente da Embratur gestores que não sejam somente do eixo Rio – São Paulo. É um jovem que vai contribuir muito com o Tocantins e estados vizinhos”.

Como cônsul Honorário da Colômbia no Brasil, Carlos Amastha também estará organizando uma visita do presidente da Embratur a Bogotá, na Colômbia, além de uma reunião com o trade turístico colombiano e instituições afins para a promoção turística entre os países e o aumento do fluxo turístico dos mesmos. O Brasil é hoje um dos maiores emissores de turistas para a Colômbia e os esforços são para que cresça significativamente o número de turistas colombianos visitando o Brasil. (Ascom)