Estado

Foto: Gleydson Medeiros

Em entrevista ao Conexão Tocantins na manhã desta segunda-feira, 29, o presidente da Associação Tocantinense dos Municípios (ATM), Manoel Silvino (PR), prefeito de Tocantínia, comentou sobre a relação institucional entre o governo de Siqueira Campos (PSDB) e os gestores municipais, principalmente os que compõem a base governista. De acordo com Silvino, mesmo com poucas reuniões entre Siqueira e prefeitos, as relações entre os administradores vai bem.

Silvino destacou que as demandas dos municípios, traçadas atualmente em audiências públicas sobre o Programa de Desenvolvimento Regional Integrado Sustentável (PDRIS), estão sendo atendidas pelo governo. Segundo o prefeito de Tocantinia, “o que a gente vê é a satisfação dos prefeitos”. Contudo, segundo o presidente da ATM, “as ações políticas ainda não aconteceram”.

Prefeitos da base

O governador Siqueira Campos já promoveu alguns encontros com os prefeitos do Tocantins nessa sua 4ª gestão. Uma delas chamou a atenção por se tratar de uma reunião com os gestores do PT, Partido historicamente contrário à sua gestão mas que neste governo se aproximou. Contudo, o presidente da ATM frisou que o relacionamento com a base governista não mudou.

Silvino destacou que a intenção de Siqueira é manter o diálogo com todos os prefeitos, independente de filiação partidária. No entanto, ele alertou que o tratamento de prefeitos aliados da base governista será diferenciado. “Todo governo é assim”, completou.

PDRIS

Uma das principais ações do governo voltada para os municípios, o PDRIS é uma parceria com o Banco Mundial e conta com um orçamento de R$ 375 milhões para fomentar projetos de infraestrutura e capacitação profissional. Uma caravana do governo está circulando pelo interior do Tocantins e realizando audiências públicas para traçar as principais demandas nessas áreas.

De acordo com o presidente da ATM, até o momento, cerca de 72 municípios já foram contemplados com obras oriundas de recursos do PDRIS. “Aquilo que o governo puder realizar de imediato, ele está fazendo. O que não tiver jeito, irá atender quando estiver pronto para fazer”, completou.