Polí­tica

Foto: Gleidson Medeiros Vereador Fernando Rezende Vereador Fernando Rezende

Embora o vereador Fernando Rezende (DEM) tenha afirmado na manhã desta terça-feira, 6, que o Partido tem a intenção de pedir na justiça os mandatos de quem deixar a legenda para ingressar em outro partido, o presidente regional Osíres Damaso frisou ao Conexão Tocantins que essa discussão será feita só depois que acontecer as desfiliações.

Segundo Rezende, uma consulta está sendo feita à nacional da legenda. “Não podemos assegurar quem vai sair do partido”, frisou.

A senadora Kátia Abreu, o deputado federal Irajá Abreu, o vice-governador João Oliveira e o deputado estadual Toinho Andrade já anunciaram desfiliação e aguardam concessão de registro ao PSD para mudarem a legenda.

Demonstrando cautela sobre o assunto o presidente disse que não foi discutido ainda contra quais mandatários o partido vai entrar na justiça. “Não discutimos nomes, só depois que acontecer as desfiliações”, salientou.

Sobre o mandato da senadora Kátia Abreu e do deputado Irajá, Damaso frisou que a nacional deve decidir sobre o assunto. Vale lembrar que políticos interessados em migrar para um novo Partido terão prazo de até 30 dias sem risco de perder o mandato, segundo garantiu o TSE em decisão recente.

Segundo o TSE, o político que escolher ir para uma nova legenda" estará acobertado pela justa causa para se desfiliar da legenda pela qual foi eleito".