Polí­tica

Foto: Divulgação

A criação de um espaço, durante as sessões ordinárias, destinado à discussão de temas de interesse da comunidade, por pessoas comuns, chamado de “Tribuna Popular”, é o que o deputado Ricardo Ayres (PMDB) propõe em um projeto de resolução encaminhado para a Comissão de Constituição, Justiça e Redação (CCJ) na manhã desta quarta-feira, dia 21. Também foi lido no expediente um ofício no qual o Partido da República comunica a indicação de seu novo líder no Parlamento.

De acordo com a proposta de Ayres, qualquer cidadão comum, inscrito mediante requerimento enviado à Assembleia e aprovado por no mínimo um terço dos deputados, poderá fazer uso da Tribuna Popular. O projeto prevê ainda que os assuntos abordados na tribuna sejam de interesse da comunidade como questões de gênero, direitos da mulher, do consumidor, serviços públicos e políticas afirmativas.

Em sua justificativa, o autor lembrou que um dos riscos da democracia representativa é o distanciamento entre representantes e representados. Neste sentido, Ayres alega que a tribuna da Assembleia vai ser o “local ideal para que a sociedade civil fale diretamente com o Parlamento, cobre empenho e resultados, fiscalize e, principalmente, denuncie os privilégios e todas as formas de corrupção”.

O ofício do Partido da República indica o deputado Amélio Cayres (PR) como líder do bloco que também é formado pelos parlamentares Stalin Bucar, Luana Ribeiro e José Bonifácio. Anteriormente, a função era ocupada pelo deputado José Bonifácio. (Dicom/AL)