Polí­tica

Foto: Divulgação

O deputado estadual do PMDB, Sandoval Cardoso confirmou ao Conexão Tocantins neste sábado, 24, que recebeu convite para integrar os quadros do partido ainda em formação, PSD. A senadora Kátia Abreu é a principal articuladora para o novo partido.

Segundo o parlamentar ele nem analisou ainda o convite já que a legenda não tem o registro do TSE. “Nem pensei a respeito já que não existe partido ainda”, completou.Sandoval frisou que não tem decisão formada ainda sobre seu rumo político até dia seis de outubro, fim do prazo para filiação de quem pretende concorrer no próximo ano.

Afastado da cúpula do partido, Sandoval diz que vê o PMDB numa instabilidade no momento. “Tem muita gente querendo entrar no partido mas os líderes não tem confiança”, afirmou.

Sandoval se mantém como pré-candidato à presidência regional da legenda e questionou alguns atos da atual gestão provisória a cargo do deputado federal Júnior Coimbra. “Os prazos de 90 dias para a eleição não foram respeitados, vejo essa instabilidade como insegurança de quem está à frente do partido”, alfinetou.

Coimbra já conseguiu apoio dos demais deputados estaduais do partido e também dos ex-governadores Marcelo Miranda e Carlos Gaguim para concorrer à presidência da legenda.