Polí­tica

Foto: Divulgação

Fontes do Conexão Tocantins informaram que na reunião do PT que aconteceu na última sexta-feira, 23, ficou definido por consenso o nome do ex-candidato a deputado federal José Messias da Caixa para comandar o diretório metropolitano do Partido.

A deputada estadual Solange Duailibe (PT) não participou da reunião segundo relatou uma fonte, mas o prefeito Raul Filho coordenou as discussões e teria concordado com o nome de José Messias assim como os vereadores e representantes das tendências do Partido.

Nesta segunda-feira, 26, o PT encaminhou uma nota afirmando que não há ainda nome definido. A nota é do presidente da Comissão Provisória do PT de Palmas, Divino Mariosan que admite a existência de conversas mas sustenta que não há consenso sobre o assunto.

A deputada Solange reagiu através de um post na sua página no microblog twitter onde ela afirma que a nota contradiz o que foi acordado na reunião.“Nota do Pres da Comissão Provisória do PT de Palmas, contradiz o que foi definido na ultima reunião de sexta-feira”(sic), disse a parlamentar. O vereador e líder do prefeito Milton Neris confirmou ao Conexão Tocantins que o nome cogitado na reunião foi mesmo o de José Messias.

Sem consenso

Divino Mariosan afirmou ao Conexão Tocantins que trabalha para que exista um consenso no Partido sobre o nome que vai comandar a legenda. “Só consideramos que há consenso quando fecha com todas as correntes internas do partido”, disse.

Ele negou que haja um acordo para que José Messias seja o nome de consenso e frisou que há outros nomes. Divino se recusou a citar os nomes, segundo ele para não atrapalhar o trabalho de busca pelo consenso.