Polí­tica

Foto: Divulgação José Bonifácio líder do governo José Bonifácio líder do governo

Depois de anunciar que colocaria o cargo de líder de governo à disposição, na última semana, o deputado estadual, José Bonifácio (PR) voltou a confirmar que, conforme antecipado pelo Conexão Tocantins, a liderança está a disposição do governo e que a definição sobre sua saída da liderança cabe exclusivamente ao governo do Estado. Segundo Bonifácio, contudo, ainda não existe nenhuma definição sobre reunião para deliberar sobre o assunto.

Enquanto a decisão de Siqueira Campos não sai, quem continua exercendo a difícil função de líder o governo na Casa de Leis, é o próprio deputado do PR. No entanto Bonifácio destacou que acredita que nenhuma definição deverá ser traçada até o início do ano que vem.

Em entrevista ao Conexão Tocantins na manhã desta terça-feira, o deputado destacou que está tranqüilo com relação à definição do governo e que irá acatar qualquer que seja a decisão do governador. “Eu fico na liderança, na base governista, na oposição. Eu me acomodo de qualquer jeito”, disse. O deputado ainda frisou que, ao colocar seu cargo à disposição, ele se posicionou no sentido de poder deixar a liderança sem maiores prejuízos.

Troca-Troca

José Bonifácio é o segundo líder do governo Siqueira Campos na Assembleia Legislativa. O deputado assumiu depois da saída do deputado Freire Júnior (PSDB) que deixou o cargo por ser considerado moderado demais para a função. Caso defina pela saída de Bonifácio, o governo terá que nomear seu terceiro líder em um ano de Legislatura.

Se for levado em consideração que 12 deputados compõem a base governista na AL, pode-se dizer que, caso haja mais uma troca na liderança de governo, 25% dos parlamentares governistas terão passado pelo cargo até o final de 2011. No entanto, Bonifácio descartou possíveis ranhuras na imagem do governo com a rotatividade de nomes na função. Segundo ele poderia haver, inclusive, um “rodízio” maior de líderes de governo.

Dificuldades

Se Bonifácio sair da liderança do governo, o nome natural a assumir a função é o deputado Osires Damaso (DEM), por ser o vice-líder do governo na Casa. Contudo, é público no parlamento que o deputado não tem vontade de assumir a liderança de governo neste momento.

Entre os parlamentares, aliás, tem sido opinião recorrente a dificuldade que a base governista tem passado para conseguir uma unidade entre os deputados. O presidente da Assembleia, deputado Raimundo Moreira (PSDB) já havia frisado, na última semana, que “da forma como este grupo (de governo) está, nunca foi tão fácil fazer oposição”.