Polí­tica

Foto: Divulgação

O senador João Ribeiro (PR), coordenador da bancada federal do Tocantins, se encontrou nessa quarta-feira, 5, com o novo diretor do DNIT (Departamento Nacional de Infraestrutura de Transporte), general Jorge Fraxe, em Brasília, para uma reunião de trabalho com o objetivo de priorizar os projetos do Tocantins. No encontro que durou cerca de uma hora, João Ribeiro levou ao dirigente do DNIT uma longa pauta de projetos na área dos transportes que dependem de deliberação do órgão.

O primeiro assunto tratado por João Ribeiro foi a contratação do projeto para a duplicação da BR-153. Já autorizado pela presidente Dilma Rousseff, o projeto ainda está sem definição no âmbito do Ministério dos Transportes. João Ribeiro explicou general Jorge Fraxe que com a entrada em funcionamento da Ferrovia Norte-Sul, a BR-153 estará mais ainda sobrecarregada com o transporte das mercadorias nos entrepostos ferroviários.

Ponte de Xambioá

Outro trecho que está saturado e necessita de urgente deliberação do DNIT é a travessia do Rio Araguaia na altura de Xambioá. Por ali circulam diariamente mais de 1.200 caminhões por balsa. A Ponte de Xambioá, aprovada pela presidente Dilma, já teve o seu projeto básico aprovado e o projeto executivo em fase de elaboração, argumentou o senador, diante da insegurança do novo diretor-geral do DNIT em liberar o processo que agora se encontra sob responsabilidade do governo federal.

“Desde que assumi o DNIT, no mês passado, estou revendo todos os processos que tiveram inicio nas superintendências estaduais. A partir da próxima semana começarei a devolver os processos para os estados “VAI depender da capacidade de cada unidade em executar os projetos”. O excelente perfil técnico do DNIT Tocantins será levado em consideração na minha decisão, assegurou o dirigente ao senador João Ribeiro.

Travessias Urbanas

Além da questão da duplicação da BR 153 e da Ponte de Xambioá, foi tratada a questão das travessias urbanas da BR 153. “Há 15 anos que direciono emendas do Orçamento da União para as travessias urbanas dos municípios do Tocantins. Desde que eu era deputado federal”, ressaltou João Ribeiro que levou ao diretor do DNIT a “urgente necessidade” de recursos para a continuidade da construção das travessias urbanas de Guarai, Gurupi, Miranorte e Colinas. “São obras que tem têm mais de 75% concluídas e necessitam a liberação dos recursos já previstos no PAC para as suas conclusões ainda este ano, alertou.

General de Transportes do Exército

Ao final do encontro, o general Jorge Fraxe, que por muitos anos foi o responsável por obras de engenharia de transporte do Exercito, reconheceu a necessidade do Tocantins estar entre as prioridades do órgão. Em 1979 comandei o primeiro comboio militar a atravessar a região do Bico do Papagaio. Conheço a realidade dos que dependem da futura Ponte de Xambioá e outras demandas do Estado discutidas hoje, testemunhou. O senador deixou o seu primeiro encontro com o diretor do DNIT satisfeito com a sensibilidade do dirigente, e pela “maneira franca e direta” de Jorge Fraxe que garantiu que até o final do ano visitar o Tocantins para ver de perto as condições das rodovias federais no Estado.(Assessoria de Imprensa João Ribeiro)