Polí­tica

No discurso que realizou na homenagem que o Senado prestou aos 23 anos de criação dos estados do Tocantins, Amapá e Roraima e da promulgação da Constituição Brasileira, o senador Vicentinho Alves (PR) dedicou grande parte de seu pronunciamento a registrar a luta de Siqueira Campos no processo de criação do Tocantins, depois de 190 anos de início do movimento separatista de Teotônio Segurado, em 1821.

Vicentinho pontuou ser impossível falar do Tocantins sem destacar a personalidade heróica de Siqueira Campos. “O trabalho de articulação política e de convencimento empreendido por Siqueira Campos junto aos seus pares e às lideranças partidárias permitiu que a emenda de criação do Estado do Tocantins fosse votada e aprovada no mesmo dia”, enfatizou o parlamentar.

Vicentinho relembrou em seu discurso a greve de fome realizada por Siqueira Campos a fim de ver o Tocantins criado. “O exaustivo trabalho de articulação política,entretanto, não foi suficiente para garantir a promulgação da emenda de criação do Tocantins. Foi preciso que o Deputado Siqueira Campos se esforçasse muito mais. Abnegado e determinado na sua luta pela autonomia, Siqueira Campos chegou a fazer greve de fome no plenário da Assembleia Nacional Constituinte,iniciativa que mereceu o apoio popular”, salientou.

Vicentinho citou os mandatos de Siqueira Campos como etapas necessárias à história do Tocantins para que a consolidação do estado fosse garantida. “Enquanto constituinte, Siqueira Campos já lançava seu olhar visionário sobre as potencialidades econômicas do futuro estado.Sabia que, uma vez implantada a infra-estrutura básica do novo estado, este teria condições excepcionais de desenvolvimento, melhorando as condições devida de sua gente...”

Para o senador, a criação do Tocantins veio acompanhada de importante migração ao interior do país.“A construção da capital Palmas repetiu a saga da construção de Brasília, tendo a cidade alcançado por vários anos sucessivos recordes de crescimento demográfico. Junto com a ocupação do mais novo eldorado brasileiro vieram os investimentos públicos e privados responsáveis pela organização da infra-estrutura básica do Estado”, pontuou.

Ainda em seu pronunciamento,Vicentinho exaltou a participação dos constituintes no processo de concretizar o alento de tantos tocantinenses. Registrou em seu discurso nomes como o dos ex-presidentes Fernando Henrique Cardoso e Luís Inácio Lula da Silva, de Aécio Neves, Paulo Paim, Michel Temer e Mozarildo Cavalcanti, entre os 367parlamentares que votaram SIM pela criação do Tocantins. Também deixou registro nos anais da Casa ao citar os nomes dos primeiros senadores eleitos pelo Tocantins.

“Antônio Luis Maia,Moisés Abrão e Carlos Patrocínio. Também o Senador João Rocha, eleito no pleito seguinte, o Senador Leomar Quintanilha, ambos contribuíram de forma especial no processo de implantação e consolidação do Tocantins. Cito com alegria o senador Eduardo Siqueira Campos, que representou com brilho o nosso estado nesta Casa. Registro também os nomes dos meus colegas de bancada aqui nesta Casa: a senadora Kátia Abreu e o senador João Ribeiro, que têm desempenhado exemplarmente os seus mandatos”, concluiu. (Assessoria de Imprensa/ Vicentinho Alves)