Polí­tica

Foto: Divulgação

Uma comitiva vinda de Couto Magalhães, formada pelo prefeito da cidade Júlio César Brasil, as presidentes de associações de assentamentos Eudes Paz Barreira e Selma Carneiro, que também é secretária de Assistência Social, juntamente com o presidente do Sindicato dos Trabalhadores Rurais de Couto, Felomeno Pereira, apresentou ao Instituto Nacional de Colonização e Reforma Agrária (Incra) as reivindicações da região. A reunião foi acompanhada pela deputada estadual Amália Santana (PT), seu chefe de gabinete Milne Freitas e o companheiro de partido e parlamento Zé Roberto (PT).

O grupo foi recebido pelo superintendente Regional do Incra no Tocantins, Ruberval Gomes da Silva. Entre as reivindicações apresentadas estavam a retomada da reforma de 19 casas no PA-700, que tem recurso em conta, mas bloqueado em função de pequenas pendências nas primeiras reformas. A situação de duas áreas em processo de desapropriação e o pagamento das empresas que prestam assistência técnica, que está atrasado também foram questionados.

O prefeito Júlio Brasil ainda falou sobre um recurso prometido para a construção da estrada do PA Campo da Missa, além da assinatura de convênios. O superintendente do Incra garantiu analisar todas as reivindicações, mas sinalizou positivamente para boa parte das solicitações. Entre as quais, a retomada das reformas, a melhoria nas estradas e a assinatura de convênios ainda esse ano.

Quanto ao pagamento das prestadoras de assistência técnica, Ruberval Gomes informou que o convênio com as empresas segue até o dia 31 de dezembro deste ano e que o Incra já está empenhado em regularizar o pagamento. A deputada Amália acompanhou toda a reunião e pediu atenção para as reivindicações dos assentados de Couto Magalhães, aproveitando ainda para pedir também um olhar especial para a situação dos assentamentos na região do Bico do Papagaio. ( Assessoria de Imprensa/Amália Santana).