Estado

Dos 32.600 servidores efetivos do Estado, remanescentes de Goiás e militares, cerca de 20 mil já fizeram o recadastramento. Mas ainda faltam 12 mil pessoas, um número que preocupa a Secad – Secretaria Estadual da Administração, já que, segundo a Secad, a tendência é que a procura pelos setoriais de Recursos Humanos e juntas de recebimento, nas delegacias regionais de ensino, aumente nos últimos dias de prazo, que se encerra em 31 de outubro.

A Secad recomenda que todos aqueles que ainda não se recadastraram procurem resolver sua situação funcional o mais breve possível, sob pena de ter os salários suspensos a partir de novembro. Isso se aplica aos servidores que estão seguindo a tabela pela ordem alfabética – nesta semana, até dia 21, para nomes iniciados com letras de “M” a “P” – e também àqueles que perderam a data referente às suas iniciais. Servidores em licença médica podem esperar até o fim da mesma.

O formulário de recadastramento está disponível no Portal do Servidor, no site http://www.secad.to.gov.br. A senha gerada e a documentação solicitada precisam ser entregues no RH do órgão de lotação do servidor ou em uma das 14 juntas de recebimento.

NOMES POR ORDEM ALFABÉTICA

DATA DE CADASTRAMENTO

De “M” a “P”

17 a 21 de outubro

De “Q” a “V”

24 a 28 de outubro

De “W” a “Z”

31 de outubro