Estado

Foto: Divulgação

Na noite do último sábado, 22, o vice-governador, João Oliveira, representou o governador Siqueira Campos no jantar comemorativo em alusão aos 15 anos de implantação do Programa de Cooperação Nipo-Brasileira para o Desenvolvimento dos Cerrados (Prodecer III), em Pedro Afonso. Durante o evento a história do Prodecer III foi relembrada. Emocionado, o presidente da Cooperativa Agroindustrial do Tocantins (Coapa), Ricardo Khouri, ressaltou a fundamental e decisiva participação do governador Siqueira Campos na viabilização do Projeto no Tocantins. “Em 1996 Siqueira Campos através do Governo do Estado foi avalista de 50% do projeto (U$ 25 milhões), ele acreditou e não mediu esforços em trazer desenvolvimento através do cultivo da soja”, lembrou Ricardo.

Em seu discurso, João Oliveira, em nome do governador, fez questão de parabenizar todos os colonos e familiares que há 15 anos vieram contribuir com o desenvolvimento econômico-social, e com isso, mudar a realidade de Pedro Afonso e região. “O governador Siqueira Campos está de volta, e como no passado, ele vai trabalhar para melhorar a qualidade de vida da população e oferecer incentivos que tragam produção de alimentos, não só para o Tocantins como para outros países”, ressaltou Oliveira.

Também participaram do evento, o presidente da Companhia de Promoção Agrícola (CPA/Campo), Emiliano Botelho, o secretário da Agricultura, Pecuária e Abastecimento, Jaime Café, o secretário da Indústria e Comércio, Ernani Soares Siqueira e o secretário executivo da Agricultura, Ruiter de Pádua.

Prodecer III

O Programa de Cooperação Nipo-Brasileira para o Desenvolvimento dos Cerrados (Prodecer III), negociado entre os governos do Brasil e do Japão tem como coordenador político institucional o Ministério da Agricultura, do Abastecimento e Reforma Agrária. A coordenadora de implementação do Programa é a Companhia de Promoção Agrícola (CPA/Campo). O Prodecer III é financiado pelos governos do Brasil e do Japão, por meio da Japan International Cooperation Agency (JICA), e instituições financeiras.

Numa área de aproximadamente 40 mil hectares, dos quais 41 lotes foram disponibilizados para produtores que vieram de várias partes do Brasil, o Prodecer III foi criado para o plantio de grãos, com o objetivo de atender, principalmente, o mercado externo.O intuito do Programa foi estabelecer um sistema de produção agrícola através do desenvolvimento, aplicação e aperfeiçoamento de técnicas agrícolas compatíveis com a região.

Outra meta era implementar um sistema de assentamento coletivo dirigido, tornando-se um modelo de desenvolvimento para a região do cerrado, através do desenvolvimento de tecnologias apropriadas às condições locais e seleção de culturas perenes e resistentes ao período da seca. (Assessoria de Imprensa João Oliveira)