Polí­cia

Foto: Divulgação

Durante a noite do último domingo, 30, quatro traficantes foram presos pela Polícia Civil, em Cristalândia, cidade localizada a 120 km de Palmas. Com eles foram apreendidas, ainda, de acordo com a Polícia, grande quantidade de entorpecentes.

A ação em conjunto, que foi batizada de operação “Integração”, foi coordenada pela delegada titular da Delegacia de Polícia Civil de Cristalândia, Maria Ribeiro de Souza Neta Valle e contou com o apoio de agentes daquela delegacia, bem como, agentes da cidade de Lagoa da Confusão e, também contou com a participação do delegado titular da cidade de Paraíso do Tocantins, Cassiano Ribeiro Oyama e demais agentes de polícia daquele município.

A operação integração vem se desenrolando há vários dias nas cidades acima citadas e na semana passada a Polícia Civil, através de um intenso trabalho de inteligência, logrou êxito ao localizar e prender, em Cristalândia, o traficante Marcos Ferreira dos Santos, 30anos. Com o acusado foram encontradas 12 pedras de crack e, também a importância de R$ 731,00 (Setecentos e Trinta e um Reais), provenientes do comércio da substancia entorpecente. O mesmo foi recolhido à cadeia pública daquela cidade onde se encontra a disposição da justiça.

Após receber inúmeras denúncias anônimas dando conta que em determinada residência, em Lagoa da Confusão estaria funcionando uma boca de fumo, e que o local também serviria de ponto de receptação de mercadorias roubadas, policias civis, sob o comando da delegada Maria Ribeiro montaram campana para averiguar a veracidade dos fatos.

Ao fazer a abordagem no local, foi constatado que, de fato, as informações eram verdadeiras já que os agentes encontraram inúmeros aparelhos eletro eletrônicos e, também confirmou-se que o local realmente servia como ponto de venda de drogas, já que a polícia deparou-se com o comércio de entorpecentes funcionando a todo vapor, inclusive com usuários adquirindo drogas no interior da residência. Diante dos fatos foi dada voz de prisão em flagrante à Geiza Turíbio Fonseca, de 28 anos sob a acusação de tráfico de drogas. No entanto, seu companheiro Edson Bezerra da Fonseca, 35 anos conseguiu evadir-se do local, mas foi preso três dias depois em cumprimento a um mandado de prisão por tráfico de drogas.

Dando prosseguimento a operação Integração, a polícia civil conseguiu efetuar a prisão de outro grande traficante de drogas que agia em Lagoa da Confusão e demais municípios da região. Fernandes da Silva Lira, vulgo “Fernando Gondó” foi preso na sexta-feira, 28, em cumprimento a um mandado de busca e apreensão. Ao realizarem uma busca no interior e no pátio da residência do acusado foram encontrados 06 dolas de crack, dezesseis trouxas de maconha e, ainda quarenta invólucros plásticos de substancia entorpecente acondicionados em uma sacola plástica, dentro da gaveta de um guarda-roupa. Indagado a respeito da procedência da droga encontrada, Fernando Gondó confessou que eram de sua propriedade, informação que confirmada por sua companheira menor de idade, que também se encontrava no local.

Na casa do acusado também foram acusados inúmeros aparelhos eletro eletrônicos, que supostamente teriam sido trocados por drogas e a importância de R$ 75,00 em dinheiro.

Ao ser indagado acerca da existência de mais substancia entorpecente, Fernando levou os policiais a um pasto, localizado as margens de uma rodovia. Ali o acusado, na presença de duas usuárias de drogas que ali se encontravam, apontou vários locais onde ele teria enterrado pedras de crack, maconha e cocaína. Foram encontrados acondicionados em embalagens diversas, 20 tabletes de maconha 72 trouxas de maconha, 28 pedras de crack e, ainda 02 barras de maconha prensada. Em um matagal nas adjacências também foram encontradas 36 trouxas de cocaína perfazendo um total de 1,450 kg de substancia entorpecente, sendo 1,350kg de maconha, 60 gramas de cocaína e 35 gramas de crack.

Diante dos fatos Fernandes da Silva Lira foi autuado em flagrante pelo crime de tráfico de drogas (Art.33 da Lei 11.343/06) e conduzido à cadeia pública de Cristalândia onde se encontra a disposição da justiça.

De acordo com informações prestadas pela delegada titular de Cristalândia, Maria Ribeiro Neta, que comandou a operação Integração, somente este ano já foram presos sete traficantes de drogas que agiam na reunião e existem outros que estão sendo alvo de investigação e poderão ser presos a qualquer momento. Ela também destacou o empenho, comprometimento e profissionalismo da equipe de policias que comanda, pois segundo ela, o trabalho deles tem sido fundamental para erradicar a criminalidade que tenta se instalar no seio da sociedade tocantinense. (Ascom SSP)