Campo

Foto: Divulgação

As obras do Projeto de Irrigação Sampaio serão reiniciadas em breve. No sábado, 5, o governador do Estado, Siqueira Campos, acompanhado do secretário da Agricultura, Pecuária e Desenvolvimento Agrário, Jaime Café, assinará três ordens de serviço para as empresas responsáveis pelo projeto. A assinatura ocorrerá às 10h30, no canteiro de obras da Egesa, localizado no município de Sampaio, a 687 km de Palmas, região Extremo Norte do Estado.

Segundo a Superintendência de Irrigação e Drenagem da Seagro, para a conclusão das obras faltam apenas 15% do projeto, sendo que serão investidos R$ 16 milhões. Destes, 51% serão oriundos do Ministério da Integração Regional e 49% do Governo do Estado. Cerca de R$ 6 milhões já estão em conta do Estado para o reinício das obras. A expectativa é que o projeto seja inaugurado em outubro de 2012, gerando mais de 1.200 empregos diretos e outros quatro mil indiretos.

Segundo o secretário Jaime Café, desde que assumiu o Estado, o governador Siqueira Campos deixou claro a intenção de retomar as obras do projeto Sampaio, que deve impulsionar o desenvolvimento da região do Bico do Papagaio e melhorar a qualidade de vida da população local. “Recentemente, o Instituto Brasileiro do Meio Ambiente e dos Recursos Naturais Renováveis concedeu nova licença de instalação para o projeto Sampaio”, disse o secretário.

São responsáveis pelo projeto de irrigação Sampaio a Egesa (construção das obras civis), Magna Engenharia (serviços de fiscalização e gerenciamento) e a LM (serviços de execução dos programas ambientais).

Projeto

O projeto Sampaio está paralisado há três anos e já foram investidos R$ 114 milhões, com 10% de contrapartida do Estado. Ao todo, serão destinados à produção de fruticultura 370 hectares de área e 670 hectares para cultura de grãos, beneficiando diretamente os municípios de Sampaio, Carrasco Bonito, Augustinópolis e Praia Norte, porém com reflexos em toda a região Norte do Estado. (Secom)