Polí­tica

Foto: Clayton Cristus

Durante a sessão da manhã desta quarta-feira, 9, na Assembleia Legislativa, o deputado Wanderlei Barbosa (PSB) parabenizou a administração municipal de Palmas pela boa avaliação que a cidade teve na pesquisa desenvolvida pela Federação das Indústrias do Estado do Rio de Janeiro (Firjan). De acordo com a pesquisa feita em 2009 e divulgada na última semana, a capital do Tocantins ficou entre as 100 cidades melhor colocadas por seu desenvolvimento econômico.

Enaltecendo a administração do prefeito Raul Filho (PT), Barbosa fez um resgate das últimas pontuações recebidas por palmas em pesquisas anteriores e frisou que as iniciativas municipais nos setores da saúde e educação foram os pontos fortes para a alavancada de Palmas na pesquisa da Firjan. “Se levarmos em consideração os índices anteriores, o prefeito Raul Filho foi o melhor administrador deste município”, completou.

Em coro com o deputado, Iderval Silva também levantou a bandeira de defesa do prefeito de Palmas. De acordo com ele, “Raul foi o melhor prefeito de Palmas e quem disse o oposto é por pura paixão”.

Lelis

Em resposta ao pronunciamento do deputado do PSB, Marcelo Lelis (PV) frisou que os índices que elevaram Palmas para o patamar de uma das cem melhore cidades para se viver, não foram as meninas dos olhos da prefeitura da capital. Durante sua fala, Lelis citou uma dezena de cidades do interior do estado com melhores indicadores nesses dois setores. “Fica claro para nós que o índice que nos colocou nessa lista foi a geração de emprego e renda”, completou.

Na ocasião, o deputado ainda creditou esse aumento na geração de empregos exclusivamente à iniciativa privada e destacou que a prefeitura de Palmas não possui uma política voltada para o desenvolvimento econômico. “A iniciativa privada tem sido a mola propulsora para o desenvolvimento da nossa economia”, disse.

Como exemplos, o deputado citou a vinda de grandes redes de supermercados, o aquecimento na construção civil, além da inauguração do Capim Dourado Shopping Center, no ano passado. “Nós percebemos que, ao contrário do que se dizia à época, essas inaugurações de grandes redes, fortaleceram os pequenos comerciantes. Todos pensavam que com a inauguração do novo shopping, o Palmas shopping iria quebrar, mas ele se fortaleceu”, salientou.