Economia

Foto: Divulgação

Após realização de assembléia entre os bancários do Banco da Amazônia do Tocantins, realizada na sede social do SINTEC-TO, em Palmas, a grande maioria dos bancários decidiu dar continuidade à greve que já completa 53 dias nesta terça-feira.

Durante a assembléia os bancários deliberaram sobre a proposta apresentada pelo Banco da Amazônia, em reunião realizada nesta sexta-feira. Os bancários não aceitaram o reajuste salarial de 10%.

As 16 unidades do Banco, espalhadas pelo Estado somam mais de 350 funcionários que permanecem em greve. (Com informações da Assessoria)

Por: Redação

Tags: Banco da Amazônia, Greve