Cultura

Foto: Elias Oliveira Sessão Solene Comemorativa ao Mês da Consciência Negra na Assembleia Legislativa Sessão Solene Comemorativa ao Mês da Consciência Negra na Assembleia Legislativa

Em uma plenária repleta de representantes de comunidades e associações afro-brasileiras, o secretário estadual da Educação, Danilo de Melo Souza, participou, durante esta terça-feira, 29, na Assembleia Legislativa, da sessão solene comemorativa ao mês da consciência negra. Presidida pelo deputado estadual Eli Borges, a sessão contou, também, com a presença de outros membros do Poder Legislativo e de educadores tocantinenses.

Durante o evento, houve a apresentação do grupo Terreiro e do cantor Everton dos Andes, demonstrando, respectivamente, duas vertentes da cultura artística negra: a capoeira e a sússia.

Conforme declarou Danilo de Melo na solenidade, o resgate e a discussão da memória dos negros devem ser incentivados e instituídos nas unidades de ensino, e o governo tem procurado firmar políticas a este favor. “Esta discussão não pode se ater a uma data específica, por isto buscamos estabelecer a inserção desta temática de vez nas salas de aula, porque ela envolve a rica diversidade tocantinense, composta por quilombolas, indígenas e tantos outros grupos. E o governador Siqueira Campos incentiva este pensamento, sendo a Flit (Feira Literária Internacional do Tocantins) prova disto, pois ela teve como tema a própria diversidade, inclusive promovendo o primeiro fórum do Estado com este foco, comportando o lançamento da obra da Unesco sobre a cultura negra e ainda criando o Espaço Multicultural durante o evento”, disse o Secretário.

Danilo ainda afirmou que importante, agora, é manter as ações discussão e promoção ações sobre a temática “como faremos, por exemplo, com os novos Guias de Aprendizagem e de Ensino, que contarão com conteúdos que abrangem a história da África. Se os negros representam cerca de 70% da população tocantinense, se são a maioria entre os classificados nos Jets (Jogos Estudantis do Tocantins) para representar o Estado nas Olimpíadas Escolares, querermos fazer deles a maioria na qualidade de aprendizado também”, concluiu o secretário Danilo. (Ascom Seduc)