Polí­tica

Foto: Divulgação Amastha (E) durante reunião com o presidente da Acipa, Fabiano do Vale Amastha (E) durante reunião com o presidente da Acipa, Fabiano do Vale

O presidente municipal do Partido Progressista (PP), Carlos Franco Amastha, está realizando uma série de reuniões com líderes políticos e representantes da sociedade organizada da Capital para a convenção municipal do partido que será realizada no próximo dia 8 de dezembro, na Assembleia Legislativa do Estado. Além de encontros nas regiões Norte, Central e Sul, Amastha também já se reuniu com o presidente da Associação Comercial e Industrial de Palmas (ACIPA), Fabiano do Vale, e com o presidente da Abrasel/TO, Paulo Teixeira. Neste sábado, 03, e domingo, 04, serão realizadosmais 10encontros com pré-candidatos e líderes políticos, além de visitas às feiras populares.

“O Partido Progressista está elaborando um projeto para Palmas. Não estamos focando somente a área política, mas também o desenvolvimento e o crescimento da cidade”, disse Amastha ressaltando que muitos projetos têm que sair da esfera política e serem debatidos também no campo técnico.

Ele citou como exemplo a regulamentação de áreas irregulares urbanas da Capital. “Somos totalmente a favor da ocupação dos espaços urbanos vazios de Palmas e a regulamentação de áreas irregulares. Fui o primeiro a defender e levantar essa bandeira e, mesmo sendo imensamente criticado, não mudei de opinião. Temos um bom plano diretor. É claro que ele é passível de correção, mas nunca de deformação”, disse Amastha destacando que a qualidade de vida das pessoas está diretamente ligada ao acesso aos serviços básicos, como hospital, escolas, comércio, etc.

Para o presidente da Acipa, o fundamental é sempre discutir a cidade. “Tenho paixão por Palmas e quero o seu melhor. Aqui tenho meus negócios, minha família e por tudo isso acho que todos temos que trabalhar para o seu crescimento e desenvolvimento e em uma linha onde todos são beneficiados”, destacou ele reforçando ser contra a expansão do plano diretor.

“Palmas precisa de um rápido choque de gestão e temos que levar a sério as discussões da cidade”, complementou o presidente da Abrasel/TO que se posicionou a favor da ocupação dos espaços urbanos vazios de Palmas e a regulamentação de áreas irregulares.

“É possível fazer qualquer tipo de mudança quando se existe vontade política. Todos os palmenses têm que ter a oportunidade de trabalhar, estudar, viver e crescer em um ambiente saudável e isso é possível”, destacou Amastha, reforçando: “se sou um empresário de sucesso é porque tive oportunidades e estou trabalhando para que todos tenham uma oportunidade também”, concluiu.