Polí­tica

Foto: Lia Mara Presidente da Câmara confirma investigação Presidente da Câmara confirma investigação

A Câmara Municipal de Colinas recebeu denúncias de que vereadores seriam suspeitos de usarem recursos da instituição para pagamento de empréstimo consignado pessoal. Os vereadores Paulo Isaias Primo, José Maria Ribeiro e Adailton da Silva Saraiva apresentaram um requerimento à presidência da Casa, solicitando a formação de uma Comissão Temporária de Inquérito (CTI) para apurar as denúncias contra os vereadores suspeitos.

O requerimento solicita averiguação nas contas da Câmara de Colinas do Tocantins no período em que o vereador Washington Ayres (PMDB) estava licenciado e ocupava o cargo de subsecretário estadual de Juventude (a partir de setembro de 2009 até 2010). Aires tinha um empréstimo consignado na Caixa Econômica Federal (CEF) e algumas parcelas teriam sido pagas com recursos da Câmara. Na época, o vereador Ricardo Parente (PP) era o presidente da Câmara Municipal.

De acordo com o atual presidente da Câmara, vereador José Laureano Sobrinho Júnior, a Comissão irá averiguar se houve dolo ou má fé por parte dos vereadores denunciados, para em seguida, ser aplicado o que estabelece o regimento interno da Câmara e demais legislação pertinentes. A Comissão terá um prazo de 90 dias para concluir os trabalhos e apresentar o resultado das investigações. (Ascom Câmara de Colinas)