Polí­cia

Foto: Divulgação

O secretário estadual da Segurança Pública, João Fonseca Coelho, se reuniu durante toda a manhã desta quarta-feira, 14, com servidores da Pasta com objetivo de fechar o balanço das ações de 2011, bem como verificar as perspectivas para 2012. Estiveram na o secretário Executivo, Fernando Ubaldo, o chefe da Polícia Civil, Reginaldo de Menezes Brito, bem como superintendentes, diretores, coordenadores e chefes de núcleos.

Na abertura do encontro, o secretário lembrou que a reunião era uma oportunidade de agradecimento pelo empenho e dedicação dos servidores em nome do governador do Estado.

A reunião foi aberta para se apresentar as metas que foram cumpridas, além de se discutir o porquê das ações que não foram feitas. “Todos os servidores da SSP estão de parabéns. O ano de 2011 foi atípico para a Segurança Pública. O órgão foi reestruturado por três vezes, mesmo assim, grande parte das metas foi cumprida. Se fez muito com pouco”, acrescentou.

Para Fonseca, a Segurança Pública é uma atividade de relevância e lida com vidas, por isso é preciso ter objetividade das metas. “Nossa polícia trabalha no cumprimento das suas atribuições, voltada para os direitos humanos com respeito e competência”, relatou.

Segundo o secretário, o ano de 2012 promete ser de muito trabalho. Para isso requereu a todos os superintendentes da Pasta um relatório com metas de curto, médio e longo prazos, que deverá ser entregue até 30 de janeiro.

Na oportunidade, o delegado Chefe da Polícia Civil, Reginaldo de Menezes Brito, lembrou que mesmo com o orçamento comprometido a Polícia Civil não deixou de trabalhar. “Realizamos operações de Arraias a Esperantina. Só temos a agradecer o emprenho dos nossos policiais que atenderam os nossos chamados 24 horas por dia.”, complementou. (Ascom SSP)