Estado

A coordenadoria estadual de Defesa Civil, por meio da coordenação de Mobilização e Minimização de Desastres, orienta as comunidades quanto aos riscos do período chuvoso. Diante de uma perspectiva de percepção dos riscos e conscientes de que o município é quem realiza a primeira resposta em situações de crises e emergências, é fundamental que os governos locais e a sociedade civil organizada unam esforços, integrem todos os setores da sociedade e desenvolvam soluções inovadoras que engajem suas cidades na redução das vulnerabilidades.

Para isso é necessário que a população esteja atenta aos Avisos Meteorológicos emitidos pela Defesa Civil Estadual através do seu site http://www.defesacivil.to.gov.br, bem como a veiculação na mídia local. Para a capital Palmas devem ser observados alguns pontos onde ocorrem alagamentos quando há chuvas fortes e também a grande incidência de descargas atmosféricas (raios) registradas em nossa região. Para as populações que residem em áreas de riscos a orientação é que ao sinal de chuva procurem um lugar seguro para se abrigar e, caso seja necessário, entrem em contado com o Corpo de Bombeiros ou a Defesa Civil do município para maiores informações.

Algumas orientações para o período chuvoso:

Vendavais

Antes da ocorrência:

· Revise a resistência de sua casa, principalmente o madeiramento de apoio do telhado;

· Desligue os aparelhos elétricos e o gás;

· Abaixe para o piso todos os objetos que possam cair.

Depois da ocorrência:

· Ajude na limpeza e recuperação da área onde se encontra, começando pela desobstrução das ruas e outras vias;

· Ajude seus vizinhos que foram atingidos;

· Evite o contato com cabos ou redes elétricas caídas. Avise a Defesa Civil ou Bombeiros sobre estes perigos;

· Procure não utilizar serviços hospitalares, de comunicações, a não ser que necessite realmente. Deixe estes serviços para os casos de emergência.

Alagamentos

Antes da ocorrência

· Tenha um lugar previsto, seguro, onde você e sua família possam se alojar no caso de uma inundação;

. Desconecte os aparelhos elétricos da corrente elétrica para evitar curtos circuitos nas tomadas;

· Não construa próximo a córregos que possam inundar;

· Não construa em cima de barrancos que possam deslizar, carregando sua casa;

· Não construa embaixo de barrancos que possam deslizar, soterrando sua casa;

· Feche o registro de entrada d´água;

· Retire todo o lixo e leve para áreas não sujeitas a inundações;

· Feche bem as portas e janelas.

Depois da ocorrência:

· Enterre animais mortos e limpe os escombros e lama deixados pela inundação;

· Lave e desinfete os objetos que tiveram contato com as águas da enchente;

· Retire todo o lixo da casa e do quintal e o coloque para a limpeza pública;

· Veja se sua casa não corre o risco de desabar;

· Raspe toda a lama e o lixo do chão, das paredes, dos móveis e utensílios;

· Cuidado com aranhas, cobras e ratos, ao movimentar objetos, móveis e utensílios. Tenha cuidado com cobras e outros animais venenosos, pois eles procuram refúgio em lugares secos.

Raios e Tempestades

O que fazer para não ser atingindo por um raio?

· Evite lugares que ofereçam pouca ou nenhuma proteção contra raios tais como: pequenas construções não protegidas como celeiros, tendas ou barracos ou veículos sem capota como tratores, motocicletas ou bicicletas;

· Evite estacionar próximo a árvores ou linhas de energia elétrica;

· Evite estruturas altas tais como torres, de linhas telefônicas e de energia elétrica;

· Alguns lugares são extremamente perigosos durante uma tempestade. Por isso:

· Não permaneça em áreas abertas como campos de futebol, quadras de tênis e estacionamentos;

· Não fique no alto de morros ou no topo de prédios

· Não se aproxime de cercas de arame, varais metálicos, linhas aéreas e trilhos;

· Nunca se abrigue debaixo de árvores isoladas.

Dentro de casa existe algum risco?

· Não use telefone (o sem fio pode ser usado);

· Não fique próximo a tomadas, canos, janelas e portas metálicas;

· Não toque em equipamentos elétricos que estejam ligados à rede elétrica.

Deslizamentos

O que fazer para evitar um deslizamento?

· Não destrua a vegetação das encostas;

· Você pode consertar vazamentos o mais rápido possível e não deixar a água escorrendo pelo chão. O ideal é construir canaletas.

· Junte o lixo em depósitos para o dia da coleta e não deixá-lo entulhado no morro.

· Não amontoe sujeira e lixo em lugares inclinados porque eles entopem a saída de água e desestabilizam os terrenos provocando deslizamentos.

· Não jogue lixo em vias públicas ou barreiras, pois ele aumenta o peso e o perigo de deslizamento. Jogue o lixo e entulho em latas ou cestos apropriados.

· Não dificulte o caminho das águas de chuva com lixo por exemplo.

· As barreiras em morros devem ser protegidas por drenagem de calhas e canaletas para escoamento da água da chuva;

· Não faça cortes nos terrenos de encostas sem licença da Prefeitura, para evitar o agravamento da declividade.

O que fazer quando ocorrer um deslizamento?

· Se você observar um princípio de deslizamento, avise imediatamente a Defesa Civil do seu Município e o Corpo de Bombeiros, bem como o máximo de pessoas que residem na área do deslizamento;

· Afaste-se e colabore para que curiosos mantenham-se afastados do local do deslizamento, poderá haver novos deslizamentos; (Ascom Defesa Civil)

Por: Redação

Tags: Defesa Civil, Raios e Tempestades