Campo

Foto: Divulgação

Em visita às propriedades rurais da Região Norte do Estado, o Secretário da Agricultura, Pecuária e Desenvolvimento Agrário, Jaime Café, discutiu com pecuaristas dos municípios de Carmolândia, Piraquê e Araguanã alternativas para o aumento da produtividade da região, que é destaque na criação de gado de corte. De acordo com o secretário, é possível introduzir o sistema integrado lavoura/pecuária em diversas propriedades rurais da região e ainda aumentar o rebanho bovino.

Durante o encontro com os produtores, o secretário ressaltou o empenho do Governo do Tocantins, através da Seagro, de desenvolver o Estado através do Agronegócio. “O mundo vai precisar cada vez mais de alimentos e o Brasil, e consequentemente o Tocantins, tem um papel importante em aumentar a produtividade”, avaliou o secretário.

O produtor Epaminondas Andrade, da fazenda Vale do Boi, em Carmolândia, faz um trabalho contínuo de recuperação de suas pastagens e segundo ele esta ação tem garantido a sobrevivência de sua propriedade e também assegurado a produtividade. “Um produtor que ainda não faz esse trabalho de recuperação das pastagens deixa de ser produtivo e em muitos casos tem prejuízos”, avaliou Epaminondas, que chegou à região em 1984.

Para o produtor Aloísio Borges, da fazenda Canaã, no município de Araguanã, os produtores rurais já vivem um período de “verticalização”, onde só é possível aumentar a produção através do emprego de tecnologia no campo. “Acredito muito na recuperação das pastagens e também na integração lavoura/pecuária como saídas viáveis para aumentar a produtividade de nossa região”, afirmou o pecuarista.

Visitas

Durante essa quarta-feira, 11 de janeiro, Jaime Café visitou propriedades rurais nos municípios de Carmolândia, Araguanã e Piraquê, para ouvir demandas e discutir soluções. Durante a noite, o secretário se reuniu com a diretoria do Sindicato Rural de Araguaína, na sala de reuniões do Parque de Exposições (sede do Sindicato). Na ocasião, o secretário também ouviu demandas e debateu futuras parcerias com o presidente do Sindicato de Araguaína, Wanderlei Monteiro de Araújo Filho. (Ascom Seagro)