Estado

As inscrições para o Prêmio Sebrae de Jornalismo foram prorrogadas até o dia 31 de janeiro e devem ser feitas pela internet. O prêmio reconhece trabalhos desenvolvidos para mídias tradicionais como revistas, jornais, sites e emissoras de rádio e TV de todo o país. Entre as novidades desta quarta edição está o reconhecimento da cobertura jornalística em blogs e mídias sociais. O prêmio conta com a participação promocional da Revista Imprensa.

“Prorrogamos o prazo devido à necessidade de ajustar o calendário nacional do prêmio com a etapa estadual, que acontece pela segunda vez, e a data de premiação em junho”, explica a gerente de Marketing e Comunicação do Sebrae, Cândida Bittencourt. O diretor responsável e editor da Revista Imprensa, Sinval de Itacarambi Leão, comenta que “o Prêmio Sebrae de Jornalismo, devido à etapa estadual, ganhou uma extensão geográfica da maior importância, já que é o único que acontece de forma orgânica em todos os estados da federação. Só esse fato já classifica o Prêmio Sebrae como verdadeiramente nacional”

Poderão ser inscritas matérias e reportagens publicadas no período de 1º de janeiro a 31 de dezembro de 2011. As pautas devem estar relacionadas a empreendedorismo, cooperação, competitividade, inovação, inclusão produtiva, sustentabilidade e políticas públicas. Nesta edição, trabalhos publicados nas mídias sociais receberão menção honrosa.

Os vencedores da categoria Radiojornalismo, na terceira edição do prêmio, no ano passado, foram os jornalistas Everton Barbosa e Luciana Peña, da rádio CBN/Maringá, no Paraná. Everton conta que também participou das três edições anteriores. “Maringá é uma cidade empreendedora e com grande atuação das micro e pequenas empresas. São características que nos fizeram optar por um jornalismo empreendedor”, afirma.

O município foi o primeiro a implantar a Lei Geral da Micro e Pequena Empresa, aprovada em 2006. O assunto rendeu a Everton destaque já na primeira edição do Prêmio Sebrae de Jornalismo.

As repórteres da TV Aldeia (AC) Celis Fabrícia e Ruizemar Leite ganharam, também na 3ª edição, o prêmio de Telejornalismo, com a matéria Do Lixo ao Mercado: como transformar uma ideia em produto. “Esse prêmio traz visibilidade a iniciativas bem-sucedidas de lugares distantes dos grandes centros, como o caso que contamos. É a história do empreendedor Francisco Nilo, conhecido localmente como Professor Pardal, que produz vassouras com garrafas PET. Parabéns ao Sebrae”, destaca Celis.

O prêmio conta com quatro categorias tradicionais: Jornalismo Impresso, Telejornalismo, Radiojornalismo e Webjornalismo. Os profissionais que tiveram matérias publicadas com a temática Sustentabilidade nas MPE podem concorrer ainda ao Prêmio Especial do Júri Sebrae. Tanto os vencedores das categorias tradicionais quanto o do prêmio especial receberão R$ 12,5 mil.

Grande Prêmio

De todas as categorias, a melhor matéria na avaliação do júri receberá o título de Grande Prêmio Sebrae de Jornalismo. O ganhador será contemplado com o valor máximo desta edição: R$ 25 mil. As menções honrosas ganham destaque em 2011: a referente à melhor imagem e à melhor cobertura jornalística feita por blog ou rede social. Cada premiado com a menção honrosa receberá R$ 3 mil. No total, serão distribuídos R$ 96,5 mil em prêmios. (Ascom Sebrae)