Polí­tica

Foto: Divulgação

O deputado estadual e pré-candidato a Prefeitura de Palmas, Eli Borges (PMDB) em entrevista ao Conexão Tocantins nesta sexta-feira, 20, afirmou que conseguiu alcançar a meta de crescimento nas pesquisas. A meta teria sido inclusive colocada junto ao PMDB.

“Eu cresci sem dúvida mais de 50% em menos de 30 dias e já sou o segundo colocado nas pesquisas”, assegurou o peemedebista que negou rumores de que internamente no PMDB haja aliados que defendam outros nomes da sigla para a disputa. “Não existe isso no PMDB, eu sou o candidato de todo o PMDB e não há outra candidatura no partido”, salientou.

Sobre declarações do vereador de Palmas, Carlos Braga (PMDB) que sugeriu que o partido trabalhasse outros nomes para a disputa, Eli analisou que a sugestão do colega de partido é natural e reafirmou que cumpriu a meta que escalou perante o partido. Segundo Eli, os deputados estaduais que representam Palmas e outras lideranças do partido, inclusive Braga, já estão engajados na sua pré-candidatura.

Sobre a ida do PR e do senador João Ribeiro para o grupo da base de sustentação do prefeito Raul Filho o deputado salientou que a integração é importante mas que o PR deve estar também disposto a apoiar assim como ser também apoiado. “É importante com certeza mas no grupo o senador deve estar disposto a apoiar e a ser apoiado. Eu o apoiei para senador em 2010 e agora é hora de retribuir”, salientou.

O parlamentar alfinetou ainda o adversário e também pré-candidato a Prefeitura de Palmas, Marcelo Lelis (PV) com relação as movimentações pré-campanha do pevista inclusive distribuição de outdoors pela cidade. “Muita propaganda é sintoma de esquema de corrupção”, criticou. O prefeito de Palmas, Raul Filho (PT) também já questionou em recente entrevista ao Conexão Tocantins os custos das ações de pré-campanha do Lelis.

O PMDB deve começar na próxima semana várias articulações junto aos partidos, segundo Eli.

Planos e metas

Eli Falou sobre as metas de seu plano de governo. Em primeiro lugar, explica, estará a geração de emprego e renda urgente seguido pela segurança nas ruas e no trânsito. Em seguida, outro ponto que precisa ser priorizado é a infra-Estrutura da cidade segundo o deputado. “Para formatar um plano de governo é preciso ouvir a sociedade e o PMDB estará fazendo isso”, disse.

O deputado frisou que é necessário manter as ações na Saúde e na Educação. “É preciso manter e exportar esse modelo de educação integral”, disse.

O deputado que é evangélico frisou que não acredita que este aspecto possa impedi-lo de ser candidato ou causar rejeição ao seu nome. “Não sou candidato a um pastorado de uma igreja, sou candidato a prefeito de uma sociedade e vou ser um bom prefeito independe do credo de cada cidadão”, frisou. O deputado acredita que a base de sua religião vai garantir que ele faça uma administração transparente e decente.