Estado

Foto: Divulgação

Desde a criação da Universidade da Maturidade (UMA) do Tocantins, em 2006, que o Primeiro Secretário da Câmara Federal, deputado Eduardo Gomes (PSDB) trabalha para assegurar recursos orçamentários suficientes para a UMA. Só de emenda individual, Eduardo Gomes liberou para a UMA quase R$ 2 milhões, desde 2007, e ainda estão previstos mais R$ 400 mil para este ano.

Nesta terça-feira, 24, data em que se comemora o Dia dos Aposentados, o deputado Eduardo Gomes ressaltou a importância da contribuição financeira para a implementação da Universidade Federal do Tocantins (UFT), possibilitando com isto, a uma grande fatia da população da Terceira Idade no Estado, a maioria aposentada, a opção de usufruir de toda a estrutura educacional, filosófica e psicológica que a UMA oferece.

Nesse dia em os coordenadores da UMA organizaram várias atividades em homenagem aos aposentados, o parlamentar reafirmou seu compromisso de continuar participando integralmente de todo o processo que permite à Universidade da Maturidade do Tocantins se expandir cada vez mais oferecendo mais vagas, mais aprendizado e vivências aos idosos do Tocantins.

O projeto Universidade da Maturidade é voltado à melhoria da qualidade de vida da pessoa adulta e dos idosos. Seu objetivo é a re-inserção de pessoas acima de 45 anos com a vida contemporânea, além de oferecer aos alunos de graduação oportunidade de maior integração com às pessoas da terceira idade.

O projeto UMA é uma oportunidade para as pessoas adultas que a sociedade exclui na fase da vida que acumula maior experiência e sabedoria. A UMA funciona como uma escola que oferece diversos cursos, como Direito do Idoso, Relações Intergeracionais, Oficina do Corpo, Ioga, Informática, Literatura, Dança, Turismo na Maturidade e Gerontologia. (Ascom Eduardo Gomes).