Polí­cia

Foto: Divulgação

A Polícia Militar desenvolveu a “Operação Gurupi Contra o Crime” durante toda a noite dessa quinta-feira, 26 de janeiro, na cidade do sul tocantinense. Durante a ação foi efetuado patrulhamento e abordagem a pessoas e veículos suspeitos, priorizando áreas consideradas “Zonas Quentes de Criminalidade (ZQC)”, estabelecidas pelo Geoprocessamento de Ocorrências do 4º BPM (Batalhão da Polícia Militar).

A operação foi executada pelo 4º BPM em conjunto com a Companhia de Operações Especiais (CIOE), sendo coordenada pelo subcomandante do 4º Batalhão, Major Márcio Barbosa, que utilizou reforço de policiais do serviço administrativo da unidade.

Durante as atividades, uma motocicleta com chassi raspado foi apreendida em poder de um menor, sendo o veículo e o condutor levados para a Central de Flagrantes. Ainda foram apreendidos dois menores que portavam crack e arma branca (tipo faca).

Também durante a operação, após duas mulheres serem assaltadas, foi fechado o cerco de imediato e efetuada a prisão dos autores Rafael Sousa Alves, 20 anos e Alison Alberto Pereira de Melo, 19 anos, os quais foram encaminhados à Delegacia e lavrado o Auto de Prisão em Flagrante.

O comandante do 4º BPM, tenente coronel Uzimael da Cruz Lima, ressaltou a importância das ações, destacando a parceria com a CIOE e mostrou-se bastante preocupado com a grande quantidade de menores que estão envolvidos com o crack na cidade de Gurupi.

Para o tenente coronel Uzimael, “a atual conjectura torna imprescindível ações conjuntas de todas as instituições e somente ações repressivas por parte da Polícia não resolve. Sou favorável que haja o toque de recolher para esses menores paralelamente a programas de recuperação e prevenção, uma vez que a maioria dos crimes praticados em nossa cidade tem relação com crack e, grande parte deles são cometidos por menores, principalmente no período noturno”, frisou o comandante. (Ascom PM)