Educação

Foto: Divulgação

“Até hoje não havia na Instituição uma homenagem aos seus criadores. Este é um pequeno gesto, mas de forma emblemática no resgate da história da UnirG”, disse o presidente Eugênio Pacceli , referindo-se ao busto do fundador Jacinto Nunes da Silva, na solenidade de inauguração do Memorial UnirG, na noite de ontem, 30.

O evento reuniu autoridades, professores, servidores e acadêmicos. O momento foi também de despedida para Pacceli, que atende como presidente até hoje, 31. Ele assumiu a Fundação em março de 2011 e na última semana pediu afastamento do cargo, por motivos pessoais.

“O grau de maturidade e o profissionalismo de Pacceli é um exemplo a ser seguido”, afirmou em pronunciamento, o reitor da UnirG, Alexandre Ribeiro Dias.

O presidente da Associação de Professores Universitários de Gurupi (Apug), José Carlos de Freitas, também compartilha da afirmação. “O nosso desejo é de que ele continuasse na presidência, porque com ele, veio a abertura do diálogo e de uma administração séria. Mas devemos respeitar a decisão dele e desejar-lhe felicidades”, ressaltou Freitas.

Memorial

O Memorial foi instalado no hall de entrada do primeiro piso do Centro Administrativo. Cerca de 40 fotos compõem a exposição que retrata fatos históricos desde 1985, ano em que a Instituição foi criada. As imagens foram selecionadas por arquivos da UnirG, de professores, servidores e do repórter fotográfico Cláudio Frascari.

“As pessoas que fazem parte da história devem ser sempre reconhecidas. Parabenizo a família Nunes, pois Jacinto investiu na educação e se perpetuou de uma forma bonita. Hoje, temos profissionais formados na UnirG atuando em todo o País e isso devemos aos desbravadores”, destacou o prefeito de Gurupi, Alexandre Abdalla.

Além das fotografias e o busto do fundador Jacinto Nunes, prefeito do município no período de 1983 a 1988, o espaço compõe também, a galeria dos ex-presidentes da Instituição.

“Gostei muito da homenagem que é de boa qualidade. Sinto que a história está resgatada. Jacinto faz muita falta e, a criação da Instituição foi o maior desafio dele. Estou muito orgulhosa. A UnirG faz parte da história não só de Gurupi e do Tocantins, mas do Brasil”, disse emocionada a viúva de Jacinto Nunes, e primeira presidente da Instituição, Maria das Dores Braga Nunes .

A presidente da Fundação de Amparo à Pesquisa do Tocantins, Adrea Noleto de Souza Stival, veio de Palmas para prestigiar o evento e representar o governo do Estado. “Esta é uma homenagem necessária, de valorização da UnirG e da evolução do município. Nada se constrói sem o resgate merecido dos emancipadores”, frisou Adrea Stival.

O Memorial está aberto à visitação, localizado no Centro Administrativo da UnirG (avenida Pará, quadra 20, lote 01, nº 2432, no Bairro Engenheiro Waldir Lins, centro, Gurupi/TO). (Ascom – Unirg)