Cultura

Foto: Divulgação

A Comunidade Carnavalesca de Palmas (Cocar) vem se mobilizando para garantir a segurança, o sucesso e a qualidade do Carnaval 2012. Na manhã desta quinta-feira, 2, a Cocar se reuniu com o Comando Geral da Polícia Militar para tratar da segurança durante o período carnavalesco.

Na ocasião, representantes da Segurança Pública do Estado e do Município, Fundação Cultural de Palmas, Juizado de Menores e a Cocar discutiram a segurança e os possíveis pontos da festa do Momo, onde por unanimidade todos os agentes de segurança e a Cocar, foram contrários ao modelo de distribuição de vários pontos do carnaval da capital.

O chefe do Estado Maior da PM, coronel Jefferson Fernandes Gadelha, disse , o efetivo da PM para segurança é o mesmo de 2006 e tem que atender outros municípios. “Vamos chamar os policiais que estão trabalhando, nos tribunais, colégio militar e em outros órgãos para suprir o efetivo. Também vamos solicitar da Marinha, patrulhamento nas embarcações. Além destes pontos de carnaval ainda temos uma concentração dos evangélicos no Ginásio Airton Sena, que gera em torno de 15 mil fieis” disse Gadelha.

O representante da FCP, Cícero Belém tentou se explicar, porém não convenceu os agentes de segurança, informando que dos 12 possíveis pontos de carnaval, poderão ser em quatro pontos, um na região norte, um na região sul, um no Taquaruçu e outro na avenida Teotônio Segurado, da Cocar. Porém a definição só acontecerá na tarde desta quinta-feira, 2, com o resultado dos editais e uma reunião com os agentes de segurança.

Para o presidente da Cocar, Rogério Ribeiro, o edital do carnaval de Palmas não foi discutido com mais profundidade, principalmente com os agentes de segurança e da saúde. “Para que o Carnaval seja um sucesso é preciso que a festa seja pautada na segurança, na organização e na colaboração de todos os envolvidos” disse Ribeiro.

A juíza da Infância e Juventude, Silvana Maria Parfieniuk, achou excessivo os possíveis pontos de carnaval distribuídos pela capital. “Realmente se o carnaval de Palmas, for destruído desta forma, com vários pontos de festa, fica inviável e preocupante. No aspecto de segurança, o consumo de bebidas alcoólicas e das drogas ilícitas” destacou a juíza.

Reunião


Ficou marcada uma outra reunião, com todos os agentes de segurança, a FCP, a Cocar e os contemplados com os editais do carnaval, para sexta-feira, 3, às 10h, no comando da PM. Também será apresentado um Termo de Ajustamento de Conduta (TAC), para garantir que a folia aconteça da melhor maneira possível, para os contemplados.
A Secretaria Estadual da Segurança Pública garantiu uma delegacia móvel no circuito do carnaval Palmas Folia 2012, “Venha curtir com alegria, mas fique longe das drogas”, na avenida Teotônio Segurado, nos dias: 17, 18, 19 e 20.