Bastidores

Foto: Divulgação

Às vésperas do feriadão de carnaval, a Assembleia Legislativa teve uma sessão esvaziada na manhã desta terça-feira, 14. No plenário da Casa, 11 deputados, sendo a deputada Luana Ribeiro a única que não faz parte da bancada de oposição.

Informações de bastidores dão conta de uma possível causa para a sessão vazia desta terça-feira. As contas dos ex-governadores Marcelo Miranda (PMDB) Carlos Gaguim (PMDB). Vale ressaltar que as contas referentes ao exercício financeiro divididos pelos dois ex-gestores, estava nas mãos do Tribunal de Contas do Estado. Contudo, ao que parece, a corte já enviou de volta as contas para o julgamento da AL.

De acordo com o informado, Miranda estaria tentando forçar a votação de suas contas na tentativa de um aprovação pelos deputados estaduais. Depois da licença do presidente da Casa, Raimundo Moreira (PSDB) e a elevação do peemedebista Eli Borges á cadeira maior, a bancada de oposição, que é parte da base de apoio de Marcelo na Casa, tentou a votação das contas. Contudo, a base de governo simplesmente não apareceu, o que impossibilitou o quórum de 13 deputados para a votação das matérias.

Atualmente, mesmo com mudanças na configuração de bancadas na AL, a situação ainda é confusa quanto quem está do lado de quem. Deputados de oposição já votaram com a base do governo e membros governistas já demonstraram insatisfação com a bancada aliada a Siqueira Campos. Isso dificulta qualquer estratégia de votação de matérias na Assembleia Legislativa.