Polí­cia

Durante fiscalização de rotina no Posto da PRF em Guaraí, em um ônibus da empresa Transbrasiliana, que fazia a linha Brasília X Araguaína, Agentes da PRF abordaram na manhã desta sexta-feira, 2, um passageiro, Natural de Novo Oriente - CE, que embarcou em Brasília - DF com destino à cidade de Araguaina.

Ao realizar consulta aos seus pertences foi encontrada uma certidão de nascimento com fortes indícios de adulteração. Também, o sobrenome de sua mãe diferia do que constava em sua certidão de nascimento. Prosseguindo nas buscas, os agentes da PRF encontraram ainda em seu poder, dois notebooks, diversas micro baterias, fitas adesivas e equipamento análogo ao de clonagem de cartão bancário (chupa cabra).

No notebook do detido estão contidos programas que são utilizado para coletar dados dos cartões e fazer a clonagem dos mesmos. Também estava na posse do acusado, um tablete de substância análoga a maconha prensada de aproximadamente 15g e um involucro de um estimulante sexual, conhecido como “pó da bruxa” produto sexual produzido a partir de ingredientes naturais e que pode ser usado diretamente no órgão sexual feminino quanto em bebidas, estimulando o desejo pelo ato sexual.

Posteriormente, o próprio o detido confessou a prática do uso do equipamento para coletar dados de usuários de banco, principalmente da Caixa Econômica Federal, inclusive fazendo uma demonstração da utilização do equipamento. Em seguida um dos agentes da PRF, de posse de um dos cartões bancário apreendidos fez um depósito simbólico na Caixa confirmando que o valor creditado caía em conta diferente da que constava no cartão apreendido.

O detido tem pendencias com a Justiça no Estado do Ceará, onde responde por posse ilegal de arma. A ocorrência foi encaminhada para a Superintendência da Polícia Federal em Palmas. (Nucom PRF)