Polí­tica

Foto: Gustavo Lima

O deputado federal Júnior Coimbra (PMDB) foi indicado nesta manhã pelo Líder do seu partido, deputado Henrique Eduardo Alves, para integrar, na condição de membro titular, a recém instalada Comissão Parlamentar de Inquérito (CPI) destinada a investigar a exploração do trabalho escravo ou análogo, em atividades rurais e urbanas, de todo o território nacional. Júnior Coimbra foi indicado também e teve o seu nome aprovado para ocupar o cargo de 1º vice-presidente da CPI.

A Comissão Parlamentar de Inquérito do Trabalho Escravo terá como base de investigação a lista divulgada em 2011, pelo Ministério do Trabalho, de empregadores que exploram a força de trabalho das pessoas em regime análogo à escravidão, conhecida como “Lista Suja”. Em 2011 foram incluídos 88 novos empregadores, totalizando 220 infratores cadastrados, entre pessoas físicas e jurídicas.

O ato de criação da Comissão Parlamentar de Inquérito foi assinado no dia 02 de março pelo presidente da Câmara dos Deputados, deputado Marco Maia (PT-RS). A criação da comissão foi proposta pelo deputado Cláudio Puty (PT-PA).

Júnior Coimbra defende que a CPI deve trabalhar de maneira imparcial e não servir de palco político ou de disputas eleitorais. “Devemos analisar com critérios rigorosos o tema para dar ao País uma resposta concreta sobre esse assunto”, afirmou. (Com informações da Agência Câmara)