Educação

Foto: Divulgação

A Fundação de Amparo a Pesquisa do Tocantins (FAPT) deve lançar no mês de abril, os editais para o oferecimento de bolsas para mestrado e doutorado. A informação foi repassada pela presidente Andrea Stival durante reunião com representantes de IES - Instituições de Ensino Superior do Estado, realizada na tarde da última quinta-feira, 15.

Segundo Andrea, a data ainda depende da confirmação da agenda do presidente do CNPQ, Glaúcius Oliva. “Os editais já estão prontos e devem ser lançados em breve com a presença de grandes pesquisadores e do presidente do CNPQ”, disse ela.

A presidente explicou que atualmente a Fapt está desenvolvendo quatro grandes editais. “Temos um que vai beneficiar pesquisadores com auxílios, outro com bolsas, uma que visa garantir a melhoria da educação pública e outro que prevê o intercâmbio de nossos pesquisadores em instituições portuguesas”, frisou.

De acordo com Andrea Stival, a intenção do Governo é fazer com que as IES conheçam os programas que visam desenvolver a pesquisa no Tocantins. “Nós temos o objetivo de desenvolver uma tríade entre empresas, instituições de ensino e Governo na intenção de fomentar a pesquisa no Tocantins”, explicou a gestora.

Cerca de R$ 3 milhões serão investidos no desenvolvimento dos programas de incentivo a pesquisa. O número de bolsas dependerá da viabilidade técnica dos projetos. “Esses projetos devem colaborar com o desenvolvimento do Estado, por isso, sua viabilidade será analisada por uma Câmara de Assessoramento composta por pesquisadores de outras Fundações”, ressaltou a presidente.

Convênios

A melhoria dos serviços públicos de saúde e educação é uma das preocupações da Fapt. Segundo a presidente, a instituição já assinou convênios com a Fundação Bill e Melinda Gates e com a Inria, da França, a intenção é beneficiar projetos que visem o desenvolvimento dessas áreas. “Pesquisadores dessas áreas podem se inscrever. Os projetos serão submetidos a análise da Câmara de Assessoramento e os melhores serão enviados para essas entidades”, finalizou.