Saúde

Foto: Divulgação

Para sanar dúvidas e com o objetivo de uniformizar a regulação médica das oito regionais, que compõem o Serviço de Atendimento Móvel de Urgência - 192 Regional de Palmas (SAMU-192), a Secretaria Municipal da Saúde (Semus) realiza o I Encontro de Regulação Médica das Urgências, nesta terça-feira 20 de março, às 14 horas, no auditório da Semus, à Quadra 103 Sul, Rua SO-07. O evento prossegue até o dia 21, com a segunda turma de profissionais.

No encontro serão esclarecidas dúvidas como: Qual a melhor providência a tomar ao ouvir o relato do paciente ou do acompanhante que liga para o telefone 192 pedindo uma ambulância? Dar orientações de primeiros socorros apenas ou enviar logo uma ambulância? E nesse caso, qual a ambulância deve ser enviada, a Unidade de Suporte Básico ou a Unidade de Suporte Avançado? E se for trote, como identificar?

Participam médicos, enfermeiros, coordenadores do Samu, diretores técnicos das Unidades de Pronto Atendimento (UPA), além de representantes dos municípios regionalizados: Porto Nacional, Paraíso do Tocantins, Miracema do Tocantins, Miranorte, Tocantínia, Lajeado, Novo Acordo e Palmas.

“Vamos contar também com a presença do coordenador geral de urgência e emergência do Ministério da Saúde, Paulo de Tarso Monteiro Abraão, e do secretário da Saúde de Palmas, Samuel Bonilha”, acrescenta Cláudia Fulanetto, gerente de Urgência e Emergência da Semus.

O Samu 192 foi implantado em Palmas no ano de 2005 e atende às urgências de natureza traumática, clínica, cirúrgica, gineco-obstétrica e de saúde mental da população. A regionalização dos serviços para os demais municípios acima se iniciou no ano passado.