Economia

Foto: Divulgação

Foi realizada nesta última terça-feira, 20, na Superintendência de Regulação Econômica da Agência Nacional de Energia Elétrica – ANEEL, em Brasília, reunião com a participação de representantes do Conselho de Consumidores de Energia Elétrica do Tocantins (Conceltins) e a equipe responsável pelos estudos do processo de Revisão Tarifária por que passa a concessionária Celtins.

O presidente do Conceltins, Jairo Mariano, lembrou que a reunião foi uma conquista dos últimos dois anos de discussões em um claro reconhecimento da importância do Conselho para o processo de Revisão Tarifária. Já o consultor do Conceltins, Jenner Ferreira, chama a atenção para o fato de que o processo de Revisão Tarifária é diferente do reajuste, pois a discussão sofreu mudança de metodologia e é preciso estar atentos às considerações da Aneel e da concessionária de energia elétrica tocantinense.

Na reunião o Conceltins foi representado por seis conselheiros e os temas debatidos deram a segurança para o Conselho de que os valores originalmente propostos certamente serão revistos para baixo. “A discussão ainda é árida e muito técnica, porém, já estamos em condições de apresentar nossa posição de forma tecnicamente segura e politicamente independente, assim, hoje conseguimos uma importante conquista na validação dos valores informados que forçará o índice para baixo”, destacou Jairo Mariano.

Essa é uma discussão que está em sua fase inicial e, para o consultor Jenner Ferreira, a Audiência Pública a ser instaurada em duas semanas, com sessão presencial em maio, em Palmas, será de fundamental importância para que a tarifa de Tocantins não sofra um aumento significativo.

O conselheiro Rudnei Fonseca, representante da classe residencial, reforça a importância da audiência pública. “O Conceltins já está entrando nessa fase de organização de sua participação na Audiência Pública e tão logo as notas técnicas estejam disponibilizadas e os comentários do consultor enviados nós chamaremos a sociedade civil organizada para reforçar a posição da sociedade do Tocantins contra o aumento abusivo da tarifa”, concluiu Fonseca.

Também participaram da reunião com a Aneel os conselheiros Marta Barreira Lustosa e Dayana Aires M. de Cantuaria (Associação Tocantinense dos Municípios) - representantes do Poder Público; Antônio Davi Gouveia (Câmara de Dirigentes Lojista de Palmas) - representante da Classe Comercial, e Daniel do Santos Azevedo (Consumidores) - representante da Classe Residencial. (Ascom Conceltins)