Polí­cia

A Polícia Militar prendeu na tarde deste último domingo, 25, na cidade de Miracema do Tocantins, o pedreiro Gilvan Rodrigues da Silva, 24 anos, acusado pelo assassinato de Arenaldo Folha da Silva, 43 anos.

Polícia Militar foi acionada por volta das 8h e compareceu à residência da Vítima, localizada na rua 28 - Setor Universitário. Ao adentarem no local, juntamente com a testemunha que solicitou o apoio policial, os militares encontraram o corpo da vítima no chão e as armas utilizadas no crime, uma faca e um martelo. Arenaldo Folha já estava sem vida.

Perícia foi acionada e constatou que a vítima possuía marcas de cinco marteladas na cabeça e uma perfuração no tórax, a porta dos fundos da casa se encontrava arrombada. O corpo foi conduzido ao Instituto Médico Legal - IML pela funerária Pax São Jorge, para os demais procedimentos. As armas utilizadas no crime ficaram sob responsabilidade da perícia criminal.

Diante do fato a Polícia Militar realizou patrulhamento na cidade a fim de localizar o autor do homicídio. Já por volta de 13h, após denúncia através de ligação anônima, o acusado foi localizado em uma residência na rua Osvaldo Vasconcelos. Questionado sobre seu envolvimento no crime, Gilvan confessou a autoria.

O acusado informou aos policiais militares que matou Arenaldo porque o mesmo havia ficado com sua esposa. Confessou também que pegou R$ 40,00 reais da vítima, mas que já tinha gasto com a compra de bebida alcoólica. Gilvan foi preso e encaminhado à Delegacia de Polícia Civil local, onde foi autuado em flagrante delito pela prática do crime de homicídio. (Ascom PM)