Polí­tica

Foto: Divulgação

A deputada estadual Josi Nunes (PMDB) juntamente com os vereadores Kita Maciel (PMDB), Zenaide Dias (PSB), Dinda (PR) e o líder do prefeito na Câmara dos vereadores, Jonas Barros (PV) participaram na tarde desta terça-feira, 27, de uma audiência com o Secretário de Relações Institucionais, Eduardo Siqueira Campos para tratar sobre a liberação de emendas parlamentares e reivindicações do município.

Segundo a peemedebista, no ano passado, foi colocado R$ 500,00 mil reais em emendas parlamentares para a construção da ponte do Setor Bela Vista e para realização da festa agropecuária da cidade, mas como as emendas não foram liberadas e a ponte construída com outro recurso, foi solicitado ao Secretário o remanejamento e a liberação destas emendas para outra finalidade “A intenção é poder liberar essas emendas e poder colaborar com Gurupi”, frisou.

De acordo com o Secretário de Relações Institucionais, Eduardo Siqueira Campos, o pedido será enviado para a secretaria de planejamento que fará a alocação dos recursos para a liberação. “O governo ver isso com muito bom olhos e eu espero que isso gere convergências dentro da cidade e que a gente transforme essas reivindicações em realidade para o povo de Gurupi. Nós recebemos hoje a solicitação, eu estou enviando o despacho para a secretaria de planejamento que vai fazer alocação dos recursos e eu tenho certeza que o peso da cidade, o peso da representação da deputada Josi Nunes vai cultivar o governo para a transformação de um convênio para que possamos comemorar essa assinatura na cidade de Gurupi”, afirmou.

Josi avaliou a audiência de forma muito positiva e espera que as emendas possam ser liberadas.“Nós já temos uma agenda marcada com a Secretária de Planejamento para vermos a questão desta emenda especifica e vamos verificar essa possibilidade.

O vereador Jonas Barros trouxe uma reivindicação da prefeitura de colocar esse recurso para aquisição de material pra ajudar na pavimentação e na operação “tapa-buracos”, então, eu espero obter sucesso e que essa emenda possa ser liberada”, completou. (Ascom Josi Nunes)