Polí­tica

Foto: Divulgação

Em reunião com o presidente da Fundação Nacional de Saúde (FUNASA), Gilson Queiroz, o senador João Ribeiro (PR), o deputado federal Júnior Coimbra e o superintendente do órgão no estado, Onofre Marques, discutiram a possibilidade de rever a inclusão do Tocantins no Programa de Aceleração do Crescimento (PAC II). O Estado ficou de fora da programação de investimentos em razão do não atendimento de exigências no processo de seleção.

O presidente da Agência Tocantinense de Saneamento, (ATS), Edmundo Galdino, participou da reunião e apresentou as dificuldades que o Tocantins teve para fornecer em tempo hábil a documentação solicitada pela Fundação. “Tivemos muitas dificuldades em relação à titularidade dos terrenos por parte dos municípios”.

Participaram também do encontro os prefeitos de Colinas do Tocantins, José Santana Neto (PT), de Guaraí, Pe. Milton (PT), de Dianópolis, José Salomão (PT), Natividade, Joaquim Ferreira (PV), de Conceição do Tocantins, José Natal (PSD), Fortaleza do Tabocão, João Batista de Oliveira (sem partido) e de Riachinho, Eurípedes Melo (PR). Os prefeitos apresentaram as reivindicações de seus municípios ao presidente e tiveram pronta resposta.

O PAC Funasa 2 investirá entre 2012 e 2014 cerca de R$ 45,1 bilhões em obras de saneamento básico em todo o Brasil, onde aproximadamente R$ 5 bilhões serão destinados aos municípios com até 50 mil habitantes. O Estado do Tocantins seria contemplado com R$ 75 milhões.

O presidente da Funasa explicou que dois estado ficaram de fora do programa por razões de dificuldades no cumprimento de exigências: Tocantins e Sergipe. Gilson Queiroz solicitou aos dois parlamentares que articulassem um diálogo com o Ministério do Planejamento para reavaliar a possibilidade de retorno do Estado do Tocantins para o PAC 2.

Júnior Coimbra destacou o caráter apartidário da reunião, que envolveu representantes do Governo do Estado, o presidente do maior partido de oposição no estado, um senador da república e prefeitos de diversos partidos. “Estamos juntos aqui a favor do povo tocantinense que não pode ser prejudicado por questões burocráticas”, disse. O senador João Ribeiro ficou responsável pelo agendamento da próxima reunião com a Ministra do Planejamento, Miriam Belchior. (Assessoria de Imprensa)