Polí­tica

Foto: Divulgação

Ao ocupar a tribuna da Assembleia Legislativa do Tocantins, na sessão matutina desta quarta-feira, dia 28, a deputada Solange Duailibe (PT) acusou o deputado Marcelo Lelis (PV) de usar indevidamente o programa eleitoral gratuito do Partido Verde para fazer críticas ao prefeito de Palmas, Raul Filho (PT). “O senhor está usando o programa de forma vergonhosa para agredir a gestão do prefeito Raul Filho. Portanto, diante das mentiras, ele tem o direito constitucional de se defender das acusações infundadas”, afirmou Solange.

A deputada se referiu a uma declaração de Lelis que anunciou que vai entrar com uma ação na Justiça contra o prefeito de Palmas por uso irregular do horário comercial na TV. Segundo Solange, “o prefeito apenas esclareceu ao povo de Palmas a verdade sobre a parceria firmada entre a Prefeitura e o Governo do Estado que aceitou os termos do convênio e não conseguiu cumprir”.

Sobre a acusação de uso indevido do horário de seu partido na TV, Lelis alegou que a crítica faz parte do processo democrático e que o programa apenas mostrou as evidências de obras inacabadas prometidas aos palmenses durante a campanha. “As inserções das mensagens políticas do PV estão de acordo com as normas legais que regem esse tipo de programa”, frisou.

Esclarecimento sobre parceria

Ainda sobre a questão da saúde, Solange Duailibe obteve a aprovação da tramitação em regime de urgência de um requerimento que convida os secretários de Saúde, do Estado e do município, Nicolau de Carvalho Esteves e Samuel Bonilha, respectivamente, para comparecerem ao Plenário desta Casa de Leis. O objetivo é prestar informações sobre o Protocolo de Cooperação firmado entre o Governo, a Prefeitura e o Ministério da Saúde. (Dicom AL)