Polí­cia

Foto: Divulgação Militares atuando durante as blitzens Militares atuando durante as blitzens

Ampliação da ostensividade da Polícia Militar em áreas vulneráveis e propícias à ação de quadrilhas especializadas em assaltos a estabelecimentos bancários. Esse foi o fundamento através do qual o 4º Batalhão de Polícia Militar iniciou a “Operação Recobrimento” nesta última quarta-feira, 28, com extensão até o período que sucede ao pagamento do funcionalismo público estadual.

A mobilização do efetivo segue recomendação do Comandante da Unidade, Ten Cel QOPM Uzimael da Cruz Lima, com o emprego estratégico de Policiais Militares do Serviço Operacional e Administrativo em toda a circunscrição do Batalhão. A operação contou também com o reforço de militares da CIOE (Companhia Independente de Operações Especiais), especificamente os grupamentos do Giro (Grupo de Intervenção Rápida e Ostensiva) e o GOC (Grupo de Operação com Cães).

Essa medida tem por objetivo aumentar a ostensividade da Polícia em áreas onde tem estabelecimentos financeiros (agências bancárias, dos correios e lotéricas), para de forma preventiva garantir a paz pública, segurança e a incolumidade das pessoas e do patrimônio, tendo em vista a aproximação do período de pagamento do funcionalismo público estadual que consequentemente acarreta maior movimentação de pessoas e valores nos locais citados.

A operação está sendo coordenada pelo sub-comandante da Unidade, Maj QOPM Márcio Antônio Barbosa de Mendonça, o qual elaborou o planejamento operacional com o emprego de reforço de 19 viaturas e 55 Policiais Militares, distribuídos estrategicamente em toda área do 4º BPM.

Durante a operação os militares são empregados em blitz, PB’s (Pontos Bases) em locais estratégicos nessas cidades e patrulhamento nas ruas de maneira a proporcionar ampla ostensividade e consequentemente, maior sensação de segurança à população.

Na data do dia 28/03, primeiro dia de operação foram a lavrados 07 (sete) autos de infrações, apreendidos 03 (três) motocicletas, recapturado 01 (um) preso fugitivo do Presídio Agrícola Luz do Amanha em Cariri do Tocantins e apreendidos 02 menores que estavam em deslocamento em motocicleta que havia sido furtada no dia anterior.

Ao final deste primeiro dia de operação não foi registrada nenhuma ocorrência de vulto, fato este que legitima a ação preventiva que é outorgada constitucionalmente a Polícia Militar. (Assessoria de Imprensa)